Adicione o Correio do Povo nas suas redes

Notícias

9 ativos naturais que auxiliam (muito!) no tratamento das manchas de pele

9 ativos naturais que auxiliam (muito!) no tratamento das manchas de pele

terça, 09 de outubro de 2018, às 15h 16min
Abril.com

Sejam causadas pelo atrito da pele, pelo sol, por doenças (de pele ou do corpo), pelos hormônios ou como efeito colateral do uso de medicamentos para curar outros males, as manchas na pele não agradam a ninguém. Assim que elas são notadas, a vontade é de ir ao dermatologista na mesma hora, mesmo que seja de madrugada.

Além dos procedimentos convencionais, como os peelings, e dos produtos tradicionais, à base de ácidos desenvolvidos nos melhores laboratórios, atualmente muitos ativos naturais vêm sendo estudados e acrescentados aos ingredientes dos cremes, géis e séruns para a pele.

Listamos, a seguir, os principais deles.

Rosa mosqueta

Rica em ácidos graxos insaturados, em ácido transretinóico e em vitamina C, a flor origina um óleo poderoso para a renovação e a consequente eliminação de manchas da pele. Funciona especialmente bem em manchas de sol.

Uva

O óleo de suas sementes tem alto teor de alfa-tocoferol e ácido linoleico, ativos que agem na regeneração da pele. Também tem uma quantidade significativa de vitamina E, que é antioxidante e suaviza a aparência das manchas de pele.

Madeira

A hidroquinona, princípio ativo mais famoso e querido no tratamento das manchas, é retirada principalmente de madeiras. Trata-se de um agente despigmentante, ou seja, que diminui os pigmentos na área afetada da pele, minimizando as manchas.

Frutas cítricas

São as maiores fontes de vitamina C na natureza, e a vitamina C é um potente antioxidante que ameniza e some com as manchas da pele.

Alcaçuz

De sua raiz saem dois ativos principais: licochalcone e glabridina. Eles conseguem inibir a enzima tirosinase, envolvida na produção de melanina (pigmentação da pele), e também dispersar a melanina, o que resulta em uma ação positiva no tratamento do melasma e da hipercromia pós-inflamatória.

Cúrcuma

Sob hidrogenação, seu extrato se transforma em tetrahidrocurcuminoides, um antioxidante e anti-inflamatório benéfico na despigmentação de manchas da pele

Morango e romã

De acordo com um estudo conduzido da Howard University College of Medicine, as duas frutas dão origem ao ácido elágico, que inibe a produção de enzimas associadas à formação de manchas na pele.

Samambaia

Dá origem a princípios ativos usados em protetores solares orais – ATENÇÃO: eles não substituem os protetores solares usados diretamente na pele. Deixa a pele mais resistente, turbina a ação imunológica, é anti-inflamatória e antioxidante, modulando as reações envolvidas nas manchas de sol.


Entenda o que é o 'blackout' alcoólico e o perigo que ele representa

Entenda o que é o 'blackout' alcoólico e o perigo que ele representa

terça, 09 de outubro de 2018, às 15h 13min

Segundo uma reportagem mostrada pela BBC News, a amnésia provocada pelo excesso de álcool ocorre quando o cérebro se torna incapaz de registrar os eventos vividos durante a bebedeira.

Isso acontece porque os circuitos do hipocampo – área do cérebro que tem um papel crucial em consolidar as memórias do cotidiano – são inibidos pelo álcool, explica o Instituto Nacional de Abuso do Álcool e de Alcoolismo dos EUA (NIAAA).

Por sua vez, esse processo resulta em falhas no sistema de registro cerebral.

Há dois tipos de ‘blackouts’ ou de ‘apagões’. O mais comum, chamado ‘blackout’ fragmentado, acontece quando um indivíduo retém pedaços dispersos de memória, embora tenha se esquecido de alguns detalhes do que aconteceu enquanto estava embriagado. Por exemplo, essa pessoa talvez se lembre de ter bebido alguns shots, mas não de quem pagou a conta. Nesses casos, os especialistas afirmam que um esforço de memória muitas vezes ajuda a recordar os detalhes ausentes.

Já o segundo tipo trata-se do ‘blackout’ total, ou ‘en bloc’: uma amnésia severa que abrange um período de diversas horas. Geralmente é difícil lembrar o que aconteceu, porque essa informação não chegou a ser registrada pelo cérebro.

É comum?

Os ‘blackouts’ fragmentados são bastante comuns, especialmente entre jovens consumidores de álcool, apontam vários estudos.

"Entre 30% e 50% dos jovens adultos que bebem de fato relatam ter tido alguma experiência de ‘apagão’ relacionado ao consumo de álcool", diz Kate Carey, professora de ciências sociais e comportamentais na Universidade Brown, nos EUA.

Esse efeito entra em ação quando a concentração de álcool no sangue sobe abruptamente e alcança níveis elevados – comumente quando se consome muito álcool em pouco tempo ou quando se bebe de estômago vazio.

Segundo a NIAAA, as mulheres são mais vulneráveis: "elas têm maior propensão a beber com o estômago vazio do que os homens e tendem a ingerir bebidas com maior concentração de álcool do que cerveja, como cocktails, shots e vinho", diz a organização.

Sinais

Carey explica que não há necessariamente sinais visíveis de que uma pessoa esteja em processo de ‘blackout’ alcóolico.

Como as nossas funções básicas de curto prazo se mantêm ativas a despeito da intoxicação por álcool, é possível que a pessoa esteja acordada e ativa, mas que se não vá lembrar das coisas posteriormente.

No entanto, algumas pessoas de fato mostram sinais de risco: ficam distraídas e incapazes de dar continuidade a uma conversa, por exemplo.

Consequências perigosas

Segundo os American Addiction Centers (centros de combate a vícios nos EUA), esse aumento do nível do álcool no sangue leva as pessoas a comportamentos de risco, já que a sua capacidade decisória fica comprometida.

Além da perda de memória, a ocorrência constante de ‘blackouts’ pode indicar que a pessoa tem um problema de saúde grave com a bebida, como sofrer de alcoolismo.

 


Treino HIIT pode retardar o envelhecimento

Treino HIIT pode retardar o envelhecimento

terça, 09 de outubro de 2018, às 15h 01min
Terra

HIIT é uma sigla inglesa para "High Intensity Interval Training", ou seja, treino intervalado de alta intensidade. Isso significa que o treino HIIT é todo aquele treinamento em que a pessoa atinge picos de alta intensidade intercalados com períodos de descanso que podem ser ativos (ou seja, a pessoa continua se movendo, mas em uma intensidade menor) ou passivos, em que a pessoa pára completamente. O mais comum é que as pausas sejam ativas.

Sreekumaran Nair, médico e pesquisador de diabetes da Mayo Clinic, em Rochester, Minnesota é o autor do estudo e reuniu 72 participantes, sendo 36 homens e 32 mulheres. Eles foram divididos em dois grupos, um deles com participantes de 18 a 30 anos e o outro com participantes de 65 a 80 anos.

Esses grupos foram separados em três programas de exercícios: programa de ciclismo com intervalo de intensidade, treinamento de força com pesos e um programa que combinava treinamento de força com treinamento intervalado.

Os pesquisadores fizeram biópsia dos músculos das coxas dos voluntários e compararam a composição molecular de suas células musculares com amostras de voluntários sedentários. Também foi avaliada a quantidade de massa muscular magra e a sensibilidade à insulina.

No estudo constatou-se que o treino HIIT produziu os maiores benefícios no nível celular. Os participantes com idade entre 18 e 30 anos do grupo de treinamento intervalado apresentaram aumento de 49% na capacidade mitocondrial, e o grupo dos participantes entre 65 e 80 anos tiveram aumento de 69%.

O treinamento intervalado apresentou melhoras também na sensibilidade à insulina dos voluntários, indicando menor probabilidade de desenvolver diabetes.

O programa de ciclismo de alta intensidade apresentou rejuvenescimento dos ribossomos, que são responsáveis pela produção de blocos de proteínas das nossas células. Pesquisadores também descobriram aumento na síntese de proteínas mitocondriais, seu aumento justifica a função mitocondrial aumentada e a hipertrofia muscular.

A capacidade do exercício em transformar essas organelas que são fundamentais ao corpo humano, pode explicar por que o exercício beneficia a saúde de diversas maneiras diferentes.

Treino HIIT na esteira

O treino HIIT pode ser feito duas ou três vezes por semana, sendo intercalado com treinos de fortalecimento muscular. Devido a sua alta intensidade de performance, esse treino tem a característica de durar pouco tempo, variando entre 10, 15, 20 ou 30 minutos no máximo. Porém, o período de duração do treino deve ser avaliado individualmente por um profissional. 

Seleção treina e Tite confirma titulares para amistoso contra sauditas

Seleção treina e Tite confirma titulares para amistoso contra sauditas

terça, 09 de outubro de 2018, às 13h 59min
Terra

Nesta terça-feira, aconteceu o segundo treino preparatório da Seleção Brasileira para o amistoso da próxima sexta-feira, contra a Arábia Saudita. No CT do Tottenham, em Londres, na Inglaterra, o técnico Tite contou com todos os 23 jogadores convocados por ele, incluindo Lucas, chamado para o lugar de Everton, e aproveitou para definir a escalação titular que entrará em campo no primeiro teste desta data Fifa.

A princípio, a imprensa só teria acesso ao impecável gramado de treinamento dos Spurs durante os primeiros 30 minutos de trabalho. No entanto, a comissão técnica liberou a permanência dos jornalistas, que na sequência conheceram os 11 jogadores que começarão a partida contra os sauditas.

São eles: Ederson; Fabinho, Marquinhos, Pablo e Alex Sandro; Casemiro, Fred, Renato Augusto, Coutinho e Neymar; Gabriel Jesus.

Nomes como Alisson, Miranda, Filipe Luís, Arthur e Roberto Firmino não aparecem na primeira formação, mas devem assumir a titularidade para o amistoso contra a Argentina, na próxima terça-feira.

Em relação às atividades realizadas nesta terça, os atletas da amarelinha começaram o dia na academia, priorizando a parte física. Dentro de campo, Tite reuniu o plantel para uma conversa antes do treino começar e, em seguida, deu início a um trabalho tático. Conversando bastante com os jogadores, o treinador explicou as movimentações e triangulações que quer para o time, principalmente na saída de bola.

O Brasil encara a Arábia Saudita a partir das 15h (no horário de Brasília) desta sexta-feira, no King Saud University Stadium, em Riad, na Arábia Saudita. Contra a Argentina, a bola rola a partir das 14h45 da próxima terça, dia 17, no King Abdullah Sports City, estádio próximo à cidade de Jeddah.

 

Fifa lança 1ª estratégia global voltada ao futebol feminino

Fifa lança 1ª estratégia global voltada ao futebol feminino

terça, 09 de outubro de 2018, às 13h 52min
Terra

A Fifa lançou oficialmente nesta terça-feira a sua primeira estratégia global voltada exclusivamente para o futebol feminino. Por meio da iniciativa, a entidade explicou como pretende agir de maneira mais efetiva na sua relação com confederações continentais e associações nacionais filiadas ao órgão mundial, com clubes e jogadoras, com a imprensa, torcedores e outras partes interessadas em explorar todo o potencial da modalidade dentro do seu universo feminino.

Em comunicado distribuído nesta terça, a Fifa disse que "acredita firmemente que o futebol feminino traz um benefício muito importante para as muitas meninas e mulheres envolvidas no jogo - o empoderamento". "Incentivar o empoderamento através do futebol, fazer crescer o jogo, envolver mais as meninas antes e manter as mulheres no futebol por mais tempo são elementos-chave da estratégia feminina de futebol da Fifa", destacou.

Ao falar sobre esta estratégia que foi qualificada pela Fifa como pioneira na história da modalidade entre as mulheres, a secretária geral da entidade máxima do futebol, Fatma Samoura, afirmou que estava "orgulhosa" por lançá-la e garantiu que a mesma está incluída no "topo das prioridades" do organismo neste momento.

"Através de nossa nova estratégia, trabalharemos lado a lado com nossas 211 federações em todo o mundo para aumentar a participação popular, aumentar o valor comercial do futebol feminino e fortalecer as estruturas que cercam o futebol feminino para garantir que tudo o que fazemos seja sustentável e tenha fortes resultados. O mais importante é tornar o futebol mais acessível à meninas e mulheres e incentivar o empoderamento feminino, um assunto de grande importância, agora mais do que nunca", disse a dirigente.

A Fifa fez o anúncio desta sua "primeira estratégia global" voltada exclusivamente para o futebol feminino depois de ter elegido, no mês passado, a brasileira Marta como a melhor jogadora do mundo em 2018. Essa foi a sexta vez que ela faturou a premiação (um recorde tanto no masculino quanto no feminino).

A estrela do Brasil também foi confirmada, na última segunda-feira, como uma das 15 finalistas ao prêmio de melhor do mundo que será dado pela revista France Football, tradicional publicação que pela primeira vez concederá esta honraria para as mulheres. A vencedora será conhecida em cerimônia marcada para o dia 3 de dezembro, junto com a premiação masculina, que conta com Neymar entre os finalistas.


Eduardo Gomes agradece votos e reafirma compromisso com o desenvolvimento e o povo do Tocantins

Eduardo Gomes agradece votos e reafirma compromisso com o desenvolvimento e o povo do Tocantins

terça, 09 de outubro de 2018, às 10h 46min

Ascom



O senador eleito Eduardo Gomes (SD) enviou mensagens de agradecimento aos tocantinenses através das redes sociais nesta segunda-feira, 8, assim como concedeu entrevistas a veículos de comunicação. Ele reafirmou compromissos assumidos em campanha e agradeceu a oportunidade de ter como seu companheiro de chapa o ex-governador Siqueira Campos, que continua internado em São Paulo recuperando-se de cirurgias.

Gomes ressaltou que Siqueira será o primeiro político que empunhou firmemente a bandeira de criação de um Estado que voltará ao Congresso Nacional para prestar contas. Ele destacou ainda que é preciso fazer justiça a todos os serviços prestados por Siqueira Campos ao Tocantins.

Sobre os compromissos de campanha, Eduardo Gomes destaca que é preciso continuar lutando pela ampliação e melhorias constantes na infraestrutura logística do Tocantins, inserindo o Estado com mais eficiência nos mercados consumidores do Brasil e do mundo. “Não é possível que parte importante de uma ferrovia que corta o Brasil pelo centro fique sem funcionamento. Vamos exigir que o trecho Porto Nacional-Anápolis fique sem transportar nada”, enfatiza.

Ele também chama a atenção para a BR-153 (Belém-Brasília), que corta o país de Sul a Norte não seja totalmente duplicada, especialmente no trecho entre Goiânia e a divisa do Tocantins com o Maranhão. “A BR-153 é uma das rodovias mais importantes do Brasil e já tem trechos duplicados e é imprescindível que o trecho entre Goiânia e o Tocantins seja duplicado, a exemplo do que foi feito entre a capital goiana e Minas Gerais”, aponta.

Ao responder sobre Educação, Gomes lembrou que através de projeto seu como deputado federal foi criada a Universidade da Maturidade, a UMA, que funciona na UFT e em outros estados. Outra recordação neste campo foi a Lei 12.287, que determina o ensino de cultura regional em todas as escolas do Brasil, batizada com o nome de seu pai, José Gomes Sobrinho. “Quero reforçar os recursos para a Cultura e a Educação e proporcionar que nossos artistas regionais tenham condições de viver de sua arte. Também pretendo reforçar as universidades com recursos para projetos sociais como a UMA e dar mais apoio à pesquisa, ciência e tecnologia”, declara.

Outra área que Eduardo Gomes considera fundamental é o apoio às pessoas com necessidades especiais e aponta a necessidade de melhorias na legislação para que as elas possam ter acesso mais rápido a benefícios. Ele também frisa que vai criar no gabinete uma força tarefa de apoio às Apaes, para que estas não deixem de receber recursos por falta ou falhas nas prestações de contas. “Também queremos criar no Tocantins o Centro de Referência Interdisciplinar em Síndrome de Down, o CRISDown, que é um centro que proporciona os diversos atendimentos que as pessoas com Síndrome de Down necessitam para melhorar sua qualidade de vida, sejam elas crianças ou adultos”, destacou.

Gomes enfatiza que seu gabinete também vai ser um local de apoio aos municípios e que estará sempre de portas abertas a prefeitos e vereadores que necessitarem de apoio para buscar recursos. “O vereador é o ente político mais próximo da população e por isso todos terão o nosso gabinete como ponto de apoio. A maioria dos vereadores do Tocantins me deu a honra de levar à população as nossas propostas e vou trabalhar para que os municípios e suas populações recebam mais benefícios”, finalizou.

Assessoria Alvaro Vallim

Mais de ¼ das contas públicas foram rejeitas no Tocantins

Mais de ¼ das contas públicas foram rejeitas no Tocantins

terça, 09 de outubro de 2018, às 10h 12min

Ascom




Em 2017, das 642 contas de ordenadores de despesas apreciadas pelo Tribunal de Contas do Estado do Tocantins (TCE-TO) cerca de 27% foram consideradas irregulares. Este ano, até outubro, aproximadamente 20% também tiveram o mesmo parecer. Nesta quarta-feira, 10, a conselheira do TCE-TO, Doris Coutinho, lança o livro “Finanças Públicas: Travessia entre o Passado e o Futuro”, com o objetivo de apresentar, de forma mais ampla, a administração pública brasileira, seus principais problemas e possíveis soluções.

“O irrealismo orçamentário, que se mostra cada vez mais presente, especialmente nos últimos anos, em que a crise se agravou e a opção pela contabilidade criativa, ao invés do respeito à responsabilidade fiscal, tem levado ao descrédito nas contas públicas, que tão duramente estava sendo conquistado”, escreve no prefácio do livro, o coordenador da série Direito Financeiro, José Maurício Conti.

Para a escritora, a saúde da democracia depende não apenas do suporte a determinados valores centrais, como os direitos civis, mas também da participação real, efetiva e permanente de cidadãos informados. “Os cidadãos precisam emitir opinião sobre questões de interesse difuso e políticas públicas relevantes. Além disso, devem se manifestar em todas as etapas das políticas públicas e denunciar ilicitudes”, explicou Doris Coutinho.

O lançamento do livro, em Palmas, será em uma noite de autógrafos na livraria Leitura, no Capim Dourado Shopping, na próxima quarta-feira, 10, às 19h. Exemplares físicos do livro estarão à disposição dos que estiverem presentes, apesar da obra ser Open Access (Acesso Livre), uma forma de publicar trabalhos científicos ou acadêmicos e disponibilizá-los on-line para qualquer pessoa interessada, sem nenhum custo para o leitor. Disponível em linktr.ee/doriscoutinho

A autora

Doris de Miranda Coutinho é paranaense e formou-se em Direito pela Faculdade de Direito de Curitiba. Reside no Tocantins desde 1989, onde atua como Conselheira do Tribunal de Contas do Estado. Doutoranda em Direito Constitucional pela Universidad de Buenos Aires – UBA, é especialista em política e estratégia nacional e em gestão pública, com ênfase em controle externo.

MINISTÉRIO PÚBLICO-TO PEDE CUMPRIMENTO DE SENTENÇA CONTRA EX-PREFEITO

MINISTÉRIO PÚBLICO-TO PEDE CUMPRIMENTO DE SENTENÇA CONTRA EX-PREFEITO

terça, 09 de outubro de 2018, às 08h 26min

O Promotor de Justiça Vinícius de Oliveira e Silva manifestou-se perante a Justiça estadual, nesta segunda-feira, 8, requerendo que seja realizada comunicação ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sobre a decisão que suspendeu os direitos políticos do ex-prefeito Gilvane Pereira Amaral, do município de Monte do Carmo.

O processo contra o ex-prefeito encontra-se com sentença transitada em julgado, não havendo a possibilidade de recurso. Desse modo, devem-lhe ser aplicadas as penas de suspensão dos direitos políticos pelo período de 8 anos, além da proibição de contratar com o poder público e de receber incentivos fiscais e créditos públicos pelo prazo de 10 anos, da obrigação de ressarcir integralmente os prejuízos ao erário e de pagar multa civil.

A condenação de Gilvane Pereira Amaral é resultado de uma Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa proposta pelo Ministério Público Estadual (MPE) no ano de 2015, em razão de fatos que implicaram prejuízos ao erário e enriquecimento ilícito pela aquisição, com dinheiro público, de medicamentos para uso pessoal da esposa do então prefeito e, ainda, pela subutilização de equipamento de Raio-x enquanto pacientes eram transportados para outra cidade, relevando descaso com o bem público.

A condenação pela Justiça em primeiro grau foi confirmada pelo Tribunal de Justiça (TJ) em acórdão datado de 21 de junho de 2017, proferido pela terceira turma da 1ª Câmara Cível do TJ.

A Ação Civil Pública do MPE foi fundamentada no relatório de uma auditoria promovida pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE). (Flávio Herculano)

Eleitor recusou parte da elite da política tradicional, diz cientista

Eleitor recusou parte da elite da política tradicional, diz cientista

terça, 09 de outubro de 2018, às 06h 10min

Agência Brasil

O eleitor deu um “basta em parte da elite da política tradicional” no primeiro turno da eleição de 2018, na análise do cientista político da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) Jairo Nicolau. Nicolau e outros cientistas políticos participaram, hoje (8), do Debate dos Resultados das Eleições 2018, organizado pela Escola de Ciências Sociais da Fundação Getulio Vargas no Rio de Janeiro.

De acordo com o cientista político, uma série de fatos que ocorreram desde o início da Operação Lava Jato, como a prisão de parlamentares e a difusão de aspectos negativos sobre a política em redes sociais levaram, a este sentimento do eleitor. “Isso tudo foi dando ao eleitor brasileiro uma sensação de enfado e de rejeição à política tradicional que apareceu com uma força incrível”, disse.

Segundo Nicolau, embora não se possa generalizar, o eleitor preferiu votar em figuras novas, rejeitando a política tradicional e os partidos mais conhecidos. “Políticos tradicionais tiveram muita dificuldade. Em alguns estados isso teve casado, como no Rio de Janeiro para o Senado e nas assembleias, e, em São Paulo, para o Senado. Há claramente uma rejeição à política tradicional, aos partidos mais importantes, que comandaram a política aqui [no Rio] durante tanto tempo”, disse.

Bolsonaro

Outro fator destacado pelo professor no cenário da eleição de 2018 foi o crescimento do candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, que favoreceu o fortalecimento da bancada do seu partido na Câmara, no Senado e nas assembleias estaduais.

Para o professor, diante do desempenho do PSL na eleição para deputados federais e senadores, a tendência é que haja uma migração de parlamentares no futuro para a legenda, especialmente, de integrantes de partidos que tiveram poucos eleitos em 2018.

“Os holofotes estão sobre o PSL. Os deputados cujos partidos não alcançaram a cláusula de 1,5% [de votos para ter acesso a recursos como fundo eleitoral e partidário e tempo de propaganda] têm a proteção legal para migrarem ano que vem quando abrir a janela de troca em 2020, aí todo mundo pode trocar”, disse.

PT

Na visão do cientista político da Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas da Fundação Getulio Vargas (FGV Ebape), Octavio Amorim Neto, o PT errou ao fundir a campanha eleitoral de Fernando Haddad à defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso desde abril em Curitiba.

“Havia várias questões no processo [do ex-presidente Lula] que poderiam ser eventualmente usadas na campanha, mas tinha que haver uma separação organizacional, política, tática e doutrinaria entre a campanha presidencial do candidato do PT, muito provavelmente o Haddad, e a defesa do ex-presidente Lula. O que houve foi a fusão radical desses dois movimentos, o que fortaleceu o antipetismo, o que na minha opinião, tornou-se a maior força política no país hoje em dia. E quem encarnou o antipetismo foi o Bolsonaro e não o PSDB”, disse.

Reforma da Previdência

Ainda no debate, o professor defendeu que qualquer que seja o eleito em 28 de outubro, terá que fazer uma reforma da Previdência. De acordo com Amorim Neto, os candidatos enfrentam dilemas específicos. Enquanto Bolsonaro tem apoio de militares, que segundo ele, representam grande parte do deficit da Previdência do setor público. Haddad é ligado a outros servidores públicos e grupos sociais.

A composição do Congresso também vai influenciar na questão. “Alguma forma de reforma da Previdência vai ser aprovada, mas vai depender da negociação e das informações que estão vindo. O sistema partidário está sendo reconfigurado. A gente não sabe exatamente a distribuição de preferência. Tudo indica que o Congresso vai ter uma centro-direita fortalecida, mas pode ser uma nova centro-direita e não sabemos qual é a posição dela em relação à Previdência”, disse Amorim Neto.

Choque inédito

Segundo o cientista político do Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil da Fundação Gwetulio Vargas (FGV CPDOC), Sérgio Praça, o sistema eleitoral brasileiro nunca sofreu uma mudança semelhante à que ocorreu no primeiro turno da eleição de 2018. Como exemplo, ele citou a redução de 31 parlamentares do MDB na Câmara Federal e a derrota de figurões do Senado, entre eles, Romero Jucá (MDB-RR), e políticos envolvidos com a Lava Jato, que não foram eleitos. “É realmente uma coisa simbólica muito marcante”.

Outra questão que vai pautar o presidente eleito, será o combate à corrupção. De acordo com o professor, vai ser algo delicado e qualquer dos dois que assuma, vai ter que saber lidar com isso. Ele destacou, no entanto, que caso o eleito seja Bolsonaro, ele precisará negociar com os parlamentares que integram partidos do chamado Centrão, que são resistentes à Operação Lava Jato e a medidas contra a corrupção.

“O centrão e os partidos mais implicados com os escândalos vão ter também que aceitar que o eleitor puniu muito na eleição e entender que vão ter que mudar se quiserem eleição daqui a quatro anos”, concluiu. 

PT mantém maioria dos governadores, mas encolhe no Congresso

PT mantém maioria dos governadores, mas encolhe no Congresso

terça, 09 de outubro de 2018, às 06h 09min

Apesar de ter conseguido eleger em primeiro turno três dos quatro governadores - Fernando Pimentel, de Minas Gerais, está fora do segundo turno - , o PT viu suas bancadas encolherem no Senado e na Câmara.

No Senado, o baque foi maior: a sigla que tinha 13 senadores em 2015 terá 6 senadores no ano que vem (- 53,84%). Além de ter perdido os atuais senadores Lindbergh Farias (RJ), Jorge Viana (AC)) e Gleisi Hoffmann (PR), que se transferiu para a Câmara dos Deputados, o PT viu suas estrelas Dilma Rousseff (MG) e Eduardo Suplicy (SP) serem derrotados.

Na Câmara, o partido continuará com a maior bancada mas com 12 deputados a menos em relação à última eleição (2014). O PT terá direito, a partir de fevereiro de 2019, a 56 cadeiras.

Além de ter perdido o governo no segundo maior colégio eleitoral do país, nacionalmente o PT passou para o segundo turno em situação muito menos confortável do que em 2014, quando Dilma Rousseff foi a primeira com 54,5 milhões de votos.

Fernando Haddad passou em segundo lugar, com 31 milhões. Seu opositor, Jair Bolsonaro (PSL) teve 18 milhões de votos a mais.  


 

Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo 
Portal Benício - Compromisso com a Verdade - Todos direitos reservados
Rua Araguaia, 600. Centro - Paraíso do Tocantins - (63) 3602-1366 - 9.9975-8218 - elvecinobenicio@hotmail.com
Desenvolvido por ArtemSite - Tecnologia em Internet | Agência Digital | Criação de Sites, Marketing Digital e Hospedagem Web