Adicione o Correio do Povo nas suas redes

Notícias

Homem é condenado a 17 anos por homicídio duplamente qualificado

Homem é condenado a 17 anos por homicídio duplamente qualificado

quarta, 03 de outubro de 2018, às 18h 46min

O conselho de sentença do Tribunal do Júri da comarca de Gurupi condenou, na última nesta terça-feira (02/10), Wanderson Alves Gomes a 17 anos de prisão pelo crime de homicídio duplamente qualificado. O julgamento foi presidido pelo juiz Ademar Alves de Sousa Filho, da Vara de Execuções Penais e Tribunal do Júri.

Conforme consta nos autos, no dia 17 de dezembro do ano passado, na cidade de Gurupi, Wanderson se envolveu em uma briga com a vítima, Rodrigo Alves Barros, durante um campeonato de futebol. Após o fato, o réu foi para casa, se apossou de uma arma de fogo e retornou ao local para atirar contra a vítima. Rodrigo foi atingido na região torácica e não resistiu aos ferimentos.

O conselho de sentença entendeu que o réu foi culpado pela morte da vítima e o juiz estabeleceu pena de 13 anos de reclusão pela prática do crime de homicídio qualificado pela futilidade, tipificado no artigo 121, § 2ª, incisos II e IV do Código Penal. O magistrado ainda levou em consideração a maneira de agir do réu durante o decorrer dos fatos. “Não me parece desarrazoado acrescer em quatro anos a pena em razão da aplicação da segunda qualificadora (recurso que dificultou a defesa da vitima)”, destacou, fixando a pena final em 17 anos de prisão, em regime inicial fechado.

Justiça realiza Correição na Comarca de Paraíso

Justiça realiza Correição na Comarca de Paraíso

quarta, 03 de outubro de 2018, às 18h 34min

Ascom

Dando sequência ao calendário de correições gerais ordinárias, a Corregedoria Geral de Justiça (CGJUS) está em Paraíso do Tocantins para realizar os trabalhos de fiscalização e orientação na comarca que abrange o município sede e mais cinco cidades do entorno. Esta é a 14ª correição do ano.



Nesta quarta-feira (03/10), durante solenidade de abertura dos trabalhos, a juíza auxiliar da CGJUS, Rosa Maria Garise Rossi, representou o corregedor-geral da Justiça, desembargador Helvécio de Brito Maia Neto, e conversou com os magistrados e servidores que compõem a comarca, representantes da Defensoria Pública, governo do Estado e OAB. Do Judiciário, participaram do evento o diretor do Fórum, juiz Adolfo Amaro Mendes; o juiz Ricardo Ferreira Leite, do Juizado especial Cível e Criminal; a juíza da Vara Criminal, Renata do Nascimento e Silva, o juiz da Vara de Família Infância e da Juventude, William Trigilio da Silva; e presidente da Associação dos Magistrados do Estado do Tocantins (Asmeto), juíza Julianne Freire Marques.



A correição ordinária em Paraíso segue até o fim da tarde desta quarta-feira. A próxima comarca a receber a equipe da CGJUS será Ponte Alta, a partir do dia 08/10.

Sistema de Correições

O sistema de correições utilizado pela Corregedoria conta com uma fase virtual e outra presencial. A modalidade permite que os processos, em um primeiro momento, sejam analisados sem a necessidade de deslocamento até a comarca. Após a fase remota, que reduz o tempo de trabalho in loco, as visitas são realizadas para sanar eventuais dúvidas e avaliar estruturas físicas e mobiliárias dos órgãos.

As correições ordinárias acontecem periodicamente e buscam garantir a qualidade na prestação do serviço ao cidadão.

Sai acordo de indenização a vítimas da tragédia de Mariana

Sai acordo de indenização a vítimas da tragédia de Mariana

quarta, 03 de outubro de 2018, às 15h 00min
Terra


Ministério Público do Estado de Minas Gerais (MPMG) e a Fundação Renova fecharam acordo para indenização de atingidos pelo rompimento da barragem da Samarco, em Mariana. O desastre ocorreu em 5 de novembro de 2015.

Pelo termo, cada morador com direito à indenização terá de negociar diretamente com a Renova o valor a receber. A estimativa do promotor Guilherme de Sá Meneghin, responsável pelo acordo, é de que sejam pagos R$ 2 bilhões.



O desastre matou 19 pessoas e destruiu o distrito de Bento Rodrigues. A lama que desceu da barragem destruiu flora e fauna, além de ter atingido o Rio Doce e alcançado o Oceano Atlântico pelo litoral do Espírito Santo, onde está a foz do curso d'água.

O acordo, que foi fechado nesta terça-feira, 2, no entanto, vale exclusivamente para moradores de Mariana atingidos. Um total, hoje, de aproximadamente 3 mil pessoas, mas que pode chegar a 4 mil, segundo o promotor.

A Fundação Renova, que vai negociar com os atingidos, é formada por representantes da Samarco, das suas duas controladoras - BHP Billiton e Vale -, e do setor público.

O documento foi assinado pela Fundação Renova e o Ministério Público, tendo a participação dos atingidos, acompanhados da Assessoria Técnica Cáritas, e da Defensoria Pública. O acordo permite que cada um dos atingidos possa se reunir com a Renova para negociar uma proposta de indenização individual.

O promotor Meneghin nega que a negociação diretamente entre o atingido, individualmente, e a Renova, possa colocar o indenizado em situação fragilizada para o acerto de valor a ser pago.

"Asseguramos assessoria jurídica a todas as vítimas. Não há problema. Tudo vai ser acompanhado. As famílias serão orientadas", diz. O promotor afirma ainda que, caso a vítima não concorde com a negociação com a Renova, poderá acionar a justiça com dispositivo chamado de liquidação e cumprimento de sentença, com a decisão do valor a ser pago cabendo ao juiz.

Tempo

A previsão é que os cadastros para início da negociação sejam entregues até fevereiro de 2019. Em seguida, abre-se prazo de três meses para que a fundação apresente proposta, que terá, a partir de então, um ano para ser concluída. Meneghin diz que as primeiras indenizações -incluindo danos morais e materiais - devem ser pagas já no primeiro semestre de 2019.

O termo extingue ação do MP impetrada logo depois do desastre no mesmo valor estimado a ser pago pelas empresas com o acordo: R$ 2 bilhões. A ação pedia indenização e assentamento de atingidos pelo desastre. Do montante, R$ 300 milhões foram depositados e, agora, serão utilizados no pagamento das indenizações que partirão do acordo fechado nesta terça.

 

Com Vila lotada, Santos vence o Corinthians no 1º jogo da final do Paulista Feminino

Com Vila lotada, Santos vence o Corinthians no 1º jogo da final do Paulista Feminino

quarta, 03 de outubro de 2018, às 14h 41min

Com a Vila Belmiro lotada, o Santos venceu o Corinthians por 1 a 0 na noite desta terça-feira, pelo primeiro jogo da final do Campeonato Paulista Feminino.

Empurradas por 13.867 torcedores, as Sereias da Vila chegaram à vitória com gol de cabeça de Chú, no primeiro minuto do segundo tempo.

Com a vantagem, o Peixe se postou na defesa e sofreu, mas conseguiu administrar o resultado para ter a vantagem do empate na decisão.

Santos e Corinthians voltarão a se enfrentar no sábado, às 11h (de Brasília), no Parque São Jorge. Atual campeão brasileiro, o Peixe busca o título paulista. O Timão está na final nacional contra o Flamengo.


Bacon e outras carnes processadas aumentam risco de câncer de mama, aponta estudo

Bacon e outras carnes processadas aumentam risco de câncer de mama, aponta estudo

quarta, 03 de outubro de 2018, às 14h 34min
G1.com

Comer bacon e salsicha com frequência pode aumentar o risco de câncer de mama, conclui estudo publicado recentemente no International Journal of Cancer.

Em uma revisão sistemática de 15 pesquisas, cientistas de diversos países - entre eles Estados Unidos, Reino Unido, Japão e Itália -, apontaram no levantamento que mulheres que consomem altos níveis de carne processada apresentam um risco 9% maior de desenvolver a doença, em comparação com aquelas que comem pouco.

Os achados confirmam descobertas anteriores da Organização Mundial de Saúde (OMS), que coloca as carnes processadas na lista de alimentos que considera cancerígenos.



Especialistas recomendam, no entanto, cautela em relação aos resultados do estudo, já que as pesquisas avaliadas têm definições diferentes do que seria "consumo elevado" e, muitas vezes, têm caráter observacional - ou seja, levam em consideração informações fornecidas pelos pacientes, não sendo suficientes para estabelecer relação direta de causa e efeito.

Qual é o risco?

No Reino Unido, cerca de 14 em cada 100 mulheres terão câncer de mama em algum momento de suas vidas.

O aumento de 9% no risco sinalizado pelo estudo poderia se traduzir em aproximadamente um caso "extra" a cada 100.

A ONG britânica Cancer Research UK, dedicada a combater a doença, estima que cerca de 23% dos cânceres de mama podem ser prevenidos.

Estima-se que cerca de 8% dos casos sejam motivados ​​por excesso de peso e obesidade, enquanto outros 8% pelo consumo de álcool.

Os autores do estudo, publicado no International Journal of Cancer, afirmam que a relação que eles encontraram se refere apenas à carne processada, e não à carne vermelha.

A OMS lista a carne processada como cancerígena, principalmente devido a evidências que a associam a um risco elevado de câncer de intestino, enquanto a carne vermelha é classificada como "provavelmente cancerígena".

O que é carne processada?

A carne processada é modificada para estender o prazo de validade ou alterar o sabor - é geralmente defumada, curada, salgada ou contém conservantes.

Entre elas, estão o bacon, linguiça, salsicha, salame, carne enlatada, carne seca e presunto.

Existem diferentes teorias de por que esse tipo de alimento pode aumentar o risco de câncer - uma delas diz que o conservante pode reagir com a proteína da carne, tornando-a cancerígena.

Até que ponto as descobertas são confiáveis?

O estudo, que inclui dados sobre mais de um milhão de mulheres, mostra uma ligação entre o consumo de carne processada e o risco de câncer de mama, mas não está claro se esse tipo de alimento realmente causa a doença.

Há outras questões a serem consideradas.

Os 15 estudos analisados têm diferentes definições para o que seria uma taxa de consumo elevada.

Por exemplo, uma pesquisa do Reino Unido classifica o alto consumo em mais de 9 gramas por dia - o equivalente a apenas duas ou três fatias por semana, enquanto outros estudos consideram uma quantidade muito maior.

Além disso, a maioria das pesquisas analisadas é observacional, então não conseguem provar relação de causa e efeito, se baseando na memória das participantes sobre o que e quanto comeram.

Os pesquisadores registraram o relato das mulheres e as acompanharam para ver se desenvolveriam câncer de mama.

Mas o problema desta metodologia é que quem consome mais ou menos carne processada também pode ter outros hábitos diferentes, que podem explicar as diferenças no risco de desenvolver a doença.

Devemos cortar a carne processada?

A principal autora do estudo, Maryam Farvid, da Escola T.H. Chan de Saúde Pública de Harvard, nos Estados Unidos, recomenda reduzir o consumo de carne, em vez de eliminá-la por completo.

Atualmente, o sistema público de saúde britânico (NHS, na sigla em inglês) recomenda não ingerir mais de 70g de carne vermelha e processada por dia.

Gunter Kuhnle, professor associado de nutrição e saúde da Universidade de Reading, no Reino Unido, que não participou do estudo, disse que era "questionável" se as pessoas deveriam reduzir seu consumo de carne vermelha e processada por causa desta pesquisa.

Segundo ele, o risco real representado pelas carnes processadas é "muito pequeno" para o indivíduo e mais relevante para a população em geral.

Ele diz, no entanto, que os resultados do estudo devem ser acompanhados para investigar a relação entre carne processada e câncer - e verificar se o risco associado pode ser reduzido, por exemplo, por meio de novos métodos de produção de alimentos.


Prefeitura de Paraíso anuncia convênio com Clube Atlético Cerrado

Prefeitura de Paraíso anuncia convênio com Clube Atlético Cerrado

quarta, 03 de outubro de 2018, às 14h 27min
Ascom

O prefeito Moisés Avelino e o vice-prefeito Celso Morais estiveram no Estádio Pereirão no dia 02 onde, ao lado do secretário de Esporte e Juventude, Osmarivan Moreira, anunciaram convênio e parceria com o Clube Atlético Cerrado. O time de futebol do município disputa, nos próximos dois meses, a Série B do campeonato tocantinense de futebol profissional e luta por uma das quatro vagas da Série A. De acordo com Lourival, atacante do CAC, a parceria dá mais confiança ao time. “Nós saímos de casa com o foco no campeonato e saber que ao final do mês teremos um salário nós deixa mais motivados para chegarmos ao final do campeonato com um título, se Deus quiser”.



Incentivador das atividades desportistas desenvolvidas pelos atletas municipais o prefeito Moisés Avelino afirmou que a vitória do CAC é também a vitória da cidade de Paraíso. O gestor pediu que o público corresponda, acompanhe os jogos e torça pelo time. Além de levar palavras de incentivo e motivação aos jogadores. Avelino lembrou aos atletas que sempre ajudou os jogadores e em suas gestões como governador e parlamentar trouxe melhorias para o Estádio Pereirão, tais como a colocação de gramado, arquibancada com cobertura e agora, construção de alojamento, quadras e um campo society.

Celso Morais, vice-prefeito, falou aos atletas e desejou boa sorte nesta fase do campeonato. Destacou o seu apoio ao time paraisense como empresário, reforçou ser um incentivador do esporte na cidade. “Agora na vida pública, como faço parte da administração municipal, estamos também contribuindo com o esporte de nossa Paraíso e desejamos boa sorte para este time”.

De acordo com Osmarivan Moreira a parceria não é recente; ela acontece desde 2014. “A diferença é que agora há uma nova estrutura, com uma diretoria arrojada e comprometida. A Prefeitura já celebrou o convênio para contribuir com a volta do nosso time à primeira divisão”.

Logo após a apresentação do time o prefeito Moisés Avelino, Celso Morais e Osmarivan Moreira seguiram para a outra parte do Estádio onde estão sendo construídos um alojamento, quadras e um campo de futebol society. Participaram deste encontro o vereador Vauro Zé Lampreia, bem como servidores da Secretária de Esporte e Juventude e empresários.

Secretaria da Segurança Pública emite nota sobre fuga de presos em Araguaína

Secretaria da Segurança Pública emite nota sobre fuga de presos em Araguaína

quarta, 03 de outubro de 2018, às 14h 24min
Ascom

O Governo do Tocantins, por meio da Secretaria da Segurança Pública (SSP) e da Secretaria da Cidadania e Justiça (Seciju), informa que nove (09) reeducandos que fugiram da Unidade de Tratamento Penal Barra da Grota (UTPBG), em Araguaína, na tarde desta terça-feira, 02, morreram após entrarem em confronto com policiais em uma mata nas proximidades da unidade prisional. Eles foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) do município para identificação. (veja lista abaixo).

Há a suspeita de um décimo morto, mas até o momento não foi possível a identificação dele ou se ele está relacionado à fuga. Portanto, 19 presos continuam oficialmente foragidos, tendo como refém a professora Elisângela Mendes Sobrinho, que é pedagoga, tem 43 anos e trabalha na Secretaria da Educação, Juventude e Esportes (Seduc) como professora de Educação Básica, em regime de contrato.

O técnico em Defesa Social, Roberto da Silva Aires, 27 anos, casado, que atua no Sistema Penitenciário desde maio de 2017, que estava chefe de plantão no momento da fuga também está refém dos foragidos.

A operação continua com o reforço de policiais militares, através das equipes do 2° Batalhão PM, do Batalhão Rodoviário (BPMRED) e da Companhia Independente de Operações Especiais (CIOE), bem como policiais civis, por meio do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) e tripulação armada, Grupo de Operações Táticas Especiais (Gote), Delegacia Especializada de Repressão a Narcóticos (Denarc) de Palmas e equipes da 1a Delegacia Regional (Araguaína), além de agentes penitenciários do município e da Capital.

Na ação, que começou dentro da Escola Estadual Sonho da Liberdade, que funciona na unidade prisional, às 14h40, os reeducandos renderam a professora, depois servidores e tomaram posse de armas. Eles evadiram da unidade às 16 horas.

A capacidade legal da UTPBG é para 480 reeducandos. Antes da fuga, acolhia 493 reeducandos, distribuídos em três pavilhões.

Mortos em confronto de recaptura:

1. Antônio Carlos Dias da Conceição, 31 anos, Art 121 CPB.

2. Álvaro de Sousa Ferreira, 33 anos, Art 147, do CP, cc art 7º, inc II/ Art 33 e 35 da Lei 11.343.

3. Eduardo da Silva Reis, 22 anos, Art 157 cc art 14, inciso 2, ambos do CP.

4. Danilo Moraes Alencar, 19 anos, Art 114 da Lei 10826/03. Art 157, incisos I, II e V.

5. Jefferson Bispo dos Santos, 27 anos, art 121, inc IV CP qualificado.

6. Fábio Junior de Sousa Lustosa, 25 anos, art 157, §2 CP.

7. Kayo Lucas de Araújo, 24 anos, art 157 §2 I, II e V do CPB + Corrupção.

8. Willians Gomes dos Santos, 27 anos, art 157 CP qualificado.

9. Valdemir Gomes de Lima, 39 anos, art 155 § 4 inciso I do CP qualificado.


Mais de 70 mil empresas fecharam em 2016, segundo IBGE

Mais de 70 mil empresas fecharam em 2016, segundo IBGE

quarta, 03 de outubro de 2018, às 14h 19min
Terra

Em meio à recessão econômica, o Brasil registrou fechamento de 70,8 mil empresas no ano de 2016, segundo o levantamento Demografia das Empresas e Estatísticas de Empreendedorismo, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O saldo total de empresas ficou negativo pelo terceiro ano consecutivo, com uma queda de 1,6% em relação a 2015. Ao todo, havia 4,5 milhões de empresas ativas em 2016, que ocupavam 38,5 milhões de pessoas, sendo 32,0 milhões de assalariados e 6,5 milhões de sócios ou proprietários. Em relação ao ano anterior, porém, o pessoal assalariado encolheu 4,8%, o equivalente a 1,6 milhão de trabalhadores a menos, a segunda queda seguida.

Em 2016, a taxa de entrada das empresas, que mede a proporção de empresas abertas no ano em relação ao universo total de empresas caiu pela sétima vez consecutiva, chegando a 14,5%, o menor valor da série histórica iniciada em 2008, ou 463,7 mil novas empresas. Já a taxa de saída, que mostra a relação entre o número de empresas que fecharam as portas e o total de empresas existentes cresceu de 15,7% em 2015 para 16,1% em 2016, o equivalente a 719,6 mil empresas encerradas.

Naquele ano, 38,0% das empresas que nasceram em 2011 ainda estavam ativas no mercado, resultado inferior às taxas de sobrevivência de empresas nascidas nos anos anteriores da pesquisa, entre 2008 e 2010. As atividades com as mais altas taxas de sobrevivência de empresas foram Saúde humana e serviços sociais (55,8%) e Atividades imobiliárias (49,4%).

Já a taxa de sobrevivência do comércio; reparação de veículos automotores e motocicletas foi a mais baixa após cinco anos de atividades, 36,1%. Entretanto, o setor teve um saldo positivo de 81,1 mil pessoas no pessoal ocupado assalariado. O comércio é a atividade com o maior número de empresas ativas, 1,9 milhão.

Considerando todo o universo de empresas ativas, 20.998 delas eram consideradas de alto crescimento em 2016, ou seja, aumentaram o número de empregados em pelo menos 20% ao ano, em média, por três anos consecutivos, e tinham 10 ou mais pessoas ocupadas assalariadas no ano inicial de observação. Ao todo, as empresas de alto crescimento, também chamadas de empreendedoras, ocupavam 2,7 milhões de pessoas assalariadas. Mas houve piora em relação ao ano anterior, com redução de 18,6% no número de empresas de alto crescimento e queda de 23,6% no pessoal ocupado assalariado.

As empresas empreendedoras representavam apenas 0,9% dos estabelecimentos com trabalhadores assalariados em 2016, mas empregavam o equivalente a 8,3% dos ocupados em empresas. As três principais atividades econômicas com empresas empreendedoras foram comércio; reparação de veículos automotores e motocicletas (25,9%); indústrias de transformação (18,2%); e atividades administrativas e serviços complementares (11,7%).


Delação de Palocci vira arma contra Haddad

Delação de Palocci vira arma contra Haddad

quarta, 03 de outubro de 2018, às 14h 18min
Terra

Às vésperas do primeiro turno das eleições 2018, o depoimento do ex-ministro Antonio Palocci à Polícia Federal, relatando o elo dos governos Lula e Dilma com corrupção na Petrobrás, virou arma de adversários do candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad.

O tucano Geraldo Alckmin afirmou que a delação terá impacto sobre o pleito. "Vamos aguardar a Justiça. O que o brasileiro quer é uma Justiça e uma polícia independentes", disse ele.

O programa de TV de Alckmin destacou nesta terça-feira, 2, logo na abertura, trechos da delação de Palocci, na tentativa de atrair o eleitor antipetista e também os indecisos, nessa reta final.

Depoimentos do ex-ministro de Dilma Rousseff e Luiz Inácio Lula da Silva, hoje preso da Lava Jato, foram divulgados depois que o juiz Sérgio Moro levantou parte do sigilo do processo.

A propaganda do candidato do PSDB mostrou reportagens, enquanto um locutor dizia: "Escândalo. Comprovado o que o Brasil tinha certeza. Lula sabia de tudo sobre a corrupção na Petrobrás. Se o PT voltar, a corrupção vai continuar".

O comercial também atacou Jair Bolsonaro (PSL), líder das pesquisas de intenção de voto, e o comparou ao candidato do PT, sob o argumento de que ambos querem criar uma nova Constituição. De acordo com o Ibope, Alckmin permanece em quarto lugar na disputa, com 8%, atrás de Bolsonaro - que cresceu quatro pontos e chegou a 31% -, de Haddad, com 21%, e de Ciro Gomes (PDT), que passou de 12% para 11%.

Questionado se considera que a delação de Palocci pode ajudá-lo a chegar ao segundo turno, Ciro disse não conseguir ficar "alegre" com isso. "Vamos passar os últimos cinco dias de eleição de novo na mesma lenga-lenga, no mesmo escândalo, na mesma nojeira, que é o que tem marcado a vida brasileira desde a crise de 2014", afirmou.

Vice na chapa de Alckmin, a senadora Ana Amélia (PP) acusou o PT de não respeitar a Lava Jato, em debate promovido ontem pelo jornal Folha de S.Paulo, UOL e SBT. A estocada ocorreu após Manuela d'Ávila (PCdoB), que faz dobradinha com Haddad, criticar o fato de Moro levantar o sigilo da delação de Palocci a poucos dias da eleição.

 

Lesionado, Marcelo é cortado de amistosos da Seleção

Lesionado, Marcelo é cortado de amistosos da Seleção

quarta, 03 de outubro de 2018, às 14h 16min
Terra

O técnico Tite não poderá contar com o lateral-esquerdo Marcelo para os amistosos da seleção brasileira contra a Arábia Saudita e Argentina, nos dias 12 e 16 de outubro, ambos em solo árabe. O jogador do Real Madrid foi cortado devido a uma lesão na panturrilha direita. O treinador vai convocar um substituto para a posição.

"Temos uma dinâmica a ser seguida dentro da seleção. Primeiro falamos com o Marcelo e desejamos a ele uma rápida melhora. Agora precisamos nos reunir e decidir o nome a ser chamado para seguir com os protocolos de convocação e liberação junto ao clube perante a Fifa", declarou Edu Gaspar, o coordenador de seleções da CBF.

Marcelo teve a contusão confirmada pelo clube espanhol na sexta-feira. Exames detectaram, segundo o Real, a lesão muscular na perna direita. Ele se machucou na quarta da semana passada, na derrota do Real, por 3 a 0, para o Sevilla, pelo Espanhol. O time espanhol, que já teve o desfalque do lateral no clássico com o Atlético de Madrid, no fim de semana, não divulgou previsão sobre o seu período de afastamento dos gramados.

De acordo com a CBF, a comissão técnica da seleção manteve contato com a direção do Real nos últimos dias para avaliar as condições de Marcelo. O clube espanhol enviou exames do atleta e o médico da seleção, Rodrigo Lasmar, os analisou antes de confirmar o veto ao jogador.

A entidade não deu prazo para o técnico Tite anunciar o nome do substituto de Marcelo na lista chamada para os amistosos deste mês. Os convocados serão reunidos na Inglaterra para treinos nos dias 8, 9 e 10, no CT do Tottenham, em Londres, antes de a delegação seguir para Riad, capital saudita.

O confronto com a seleção da casa ocorrerá no estádio King Saud University, às 14h45 (de Brasília) do dia 12 de outubro. E o amistoso com a Argentina está marcado para o mesmo horário no dia 16, em Jedá, no King Abdullah Sports City, também na Arábia Saudita.

 

Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo 
Portal Benício - Compromisso com a Verdade - Todos direitos reservados
Rua Araguaia, 600. Centro - Paraíso do Tocantins - (63) 3602-1366 - 9.9975-8218 - elvecinobenicio@hotmail.com
Desenvolvido por ArtemSite - Tecnologia em Internet | Agência Digital | Criação de Sites, Marketing Digital e Hospedagem Web