Adicione o Correio do Povo nas suas redes

Notícias

Estudo investiga como questões financeiras impactam relacionamentos

Terra

“Esses fatores influenciam até no modo do casal lida com a felicidade entre si, e se ambos estão felizes no relacionamento”, explica a professora Jaclyn M. Ross, líder da pesquisa publicada em outubro pela Associação Americana de Psicologia.

Analisando DRs

Para entender a questão, os autores conduziram dois estudos. No primeiro, acompanharam um grupo de 515 casais por 18 meses. Todos os casais tinham ao menos um filho ou estavam esperando um e estavam juntos por, em média, cinco anos.

O segundo grupo era composto por 414 recém-casados, com até um filho, que foram acompanhados pelos cientistas por 27 meses.



Para avaliar como cada membro do casal se comportava em uma discussão, os cientistas visitaram as casas dos participantes três vezes, e gravavam as visitas em vídeo.

A DR começava quando um dos cônjuges perguntava ao outro o que ele gostaria de mudar em si mesmo. Depois de um intervalo, os papéis foram invertidos.

Por fim, os pesquisadores pediram aos casais para que eles identificassem alguma coisa no seu relacionamento com a qual ambos estavam insatisfeitos. Os assuntos mais lembrados foram dinheiro, tarefas domésticas, comunicação e como passavam o tempo juntos.

Classe alta x classe média

Em ambos os grupos, os cientistas queriam saber como casais de diferentes classes sociais discutiam seus problemas. E também se essas turbulências poderiam enfraquecer o relacionamento.

Eles notaram que, nas duplas com renda mais baixa, quando a mulher apresentava uma reclamação e o marido não se manifestava, o relacionamento se manteve estável no período do estudo.

Ou seja, em certos casos, ficar calado em uma DR pode ser a melhor solução para os problemas da vida a dois. Em um dos casais, por exemplo, a mulher sugeriu que o marido pedisse um aumento de salário no trabalho. Ele sabe que corre risco de perder o emprego se fizer isso. Assim, fica em dúvida e se mostra relutante.

“Ao permanecer quieto, o marido pode preservar sua autoestima e diminuir a ênfase na situação financeira vulnerável do casal”, aponta a professora Jaclyn Ross.

Já os casais mais ricos, segundo os autores, até podem ter mais condições de resolver esse tipo de problema. No entanto, os parceiros também criam mais expectativas em relação ao futuro. “A esposa pode perceber que o marido não está disposto a fazer um sacrifício por sua família e isso causa atritos”, afirma Ross.

A pesquisa contou com casais brancos, negros, inter-raciais, hispânicos e de outras nacionalidades. No futuro, os pesquisadores pretendem estudar casais homoafetivos e mais velhos para verificar alguma variação nesse comportamento.


   

Comentários (0)

  • Nenhum comentário publicado. Clique aqui para comentar.
Portal Benício - Compromisso com a Verdade - Todos direitos reservados
Rua Araguaia, 600. Centro - Paraíso do Tocantins - (63) 3602-1366 - 9.9975-8218 - elvecinobenicio@hotmail.com
Desenvolvido por ArtemSite - Tecnologia em Internet | Agência Digital | Criação de Sites, Marketing Digital e Hospedagem Web