Justiça dá prazo para PF apurar quem pagou defesa de Adélio

0
378

Terra

A Justiça Federal em Juiz de Fora (MG) autorizou a prorrogação do segundo inquérito contra Adélio Bispo de Oliveira que, na tarde de 6 de setembro, esfaqueou o então candidato à Presidência Jair Bolsonaro. A decisão foi tomada pelo juiz Bruno Savino, da 3.ª Vara Federal, que acolheu pedido da Polícia Federal e manifestação da Procuradoria nos autos da investigação sobre o financiador da defesa de Bispo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui