Tocantins cumpre meta e garante mais recursos para realização de cirurgias eletivas em 2019

0
342

Por cumprir a meta de realizar mais de 5 mil cirurgias eletivas e, assim, aplicar todo o recurso financeiro destinado pelo Ministério da Saúde, em 2018, o Tocantins foi novamente contemplado com novos recursos no valor de R$ 1.119.753,73, para a realização deste tipo de procedimento em 2019. A prorrogação da estratégia de ampliação do acesso aos Procedimentos Cirúrgicos Eletivos no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS) foi liberada pela Portaria nº 195 de 6 de fevereiro, publicada no Diário Oficial da União, da última segunda-feira, 11.

O cumprimento da meta, segundo o secretário de Estado da Saúde (SES-TO), Renato Jayme, se deu pelo comprometimento de todos os profissionais envolvidos. “Toda a equipe da Secretaria se esforçou muito, seja na parte burocrática e administrativa, nas áreas técnicas ou nas unidades hospitalares, no ato das cirurgias. Estamos felizes em começar 2019 com a certeza de que teremos suporte financeiro para realizarmos mais de 5 mil cirurgias neste ano”, destacou.

Entre os destaques das ações que promoveram a realização das 5.141 cirurgias de janeiro a 10 de dezembro de 2018, está o Opera Tocantins, que terá continuidade pela Secretaria de Estado da Saúde em 2019. Segundo o balanço anual feito pela Superintendência de Planejamento da pasta, o Estado teve um crescimento significativo em número de eletivas, se comparado com os anos de 2016 em que realizou 2.727 cirurgias eletivas e 2017, com 3.338.

De acordo com o superintendente de Atenção e Promoção à Saúde da SES, Carlos Felinto, a pasta está se organizando para promover novos mutirões e ações necessárias para que a meta seja novamente alcançada. “As cirurgias eletivas estão sendo realizadas nas unidades hospitalares regidas pelo Executivo Estadual, obedecendo a critérios, avaliação médica e, aliado a isso, estaremos promovendo eventos em unidades específicas para atender a demanda de pacientes cadastrados no Sistema de Regulação da Secretaria, aguardando uma cirurgia eletiva”, enfatizou.

Procedimentos

Estão contempladas pela Portaria pequenas cirurgias de pele, tecido, subcutâneo e mucosa; de glândulas endócrinas; do sistema nervoso central e periférico; vias aéreas superiores, face, da cabeça e do pescoço; aparelho da visão; aparelho circulatório e digestivo, órgãos anexos e aparelho abdominal; aparelho osteomuscular e geniturinário e cirurgias da mama. (Secom)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui