IMPASSE: TJ QUER EXTINGUIR CARGOS PARA FAZER NOMEAÇÕES

0
804

Da Redação

 

O Tribunal de Justiça do Tocantins prepara um projeto que altera a Lei Orgânica do Judiciário que será levado ao Pleno em breve. O Ato extingue comarcas e cargos importantes para o exercício da justiça no Estado.

Os profissionais alvos do TJ são os oficiais de justiças e escrivães judiciais. Em troca, o Tribunal propõe a criação  de 154 cargos comissionados com salário base  de R$ 3,1 mil e  sete juízes substitutos, que ganharão salário base R$ 26.4 mil.

REAÇÃO

Servidores da Justiça prometem reagir à medida proposta pelo Tribunal. Sindicatos que representam as categorias convocarão uma reunião para discutir o assunto. As classes temem que a justiça do Tocantins se torne um cabide de emprego. Além disso, a criação dos cargos de “Chefe de Secretarias” poderá fazer com que pessoas sem experiências na área passem a comandar servidores antigos do judiciário, mesmo o projeto original afirmando que os “chefes de secretarias seriam ocupados por servidores efetivos indicados pelo juiz titular ou diretor do foro”.

Na visão dos servidores, não há entendimento sobre o que o TJ realmente quer, já que a contratação de 154 comissionados e de sete juízes substitutos não representaria nada em relação à economia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui