Anvisa determina a suspensão do uso de testes rápidos para diagnóstico de Dengue, Chikungunya e Zika Vírus

0
508

O Ministério da Saúde, através da Agência Nacional de Vigilância Sanitária publicou a Resolução nº 691, de 19 de março de 2019, suspendendo temporariamente os testes rápidos para diagnóstico de Dengue e Chikungunya e Zica Vírus, no Brasil.

Conforme o documento, a decisão foi baseada em resultados insatisfatórios após investigação de qualidade na empresa Fundação Baiana de Pesquisa Científica e Desenvolvimento Tecnológico, Fornecimento e Distribuição de Medicamentos (BAHIAFARMA), realizada entre os dias 04 e 06 de fevereiro de 2019. Os laudos foram emitidos pelo Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde-INCQS e apresentaram resultados insatisfatórios nos ensaios de especificidade para os referidos diagnósticos.

Diante disso, a Gerência de Vigilância das Arboviroses (GVA) informa que os testes rápidos para triagem inicial de Dengue, Chikungunya e Zika continuarão suspensos no Tocantins, até que a medida cautelar em vigor seja revogada.

Segundo o gerente da GVA, Eversson Farias, “Embora não se possa contar com os testes rápidos atualmente, a Secretaria Estadual de Saúde do Tocantins (SES) continua ofertando exames de sangue para Dengue, Chikungunya e Zika, além da sorologia para dengue aos pacientes sob suspeita de contaminação.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui