Fluminense empata com o Luverdense fora de casa pela Copa do Brasil

0
513

Em confronto de poucas emoções, Luverdense e Fluminenseempataram sem gols, em partida disputada na noite desta quarta-feira, pela terceira fase da Copa do Brasil. O jogo foi realizado no estádio Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde, no Mato Grosso. Os dois times voltam a se enfrentar no dia próximo dia 9, no Maracanã, e o vencedor do duelo vai garantir a classificação para a quarta fase da competição. Se acontecer novo empate, a vaga será decidida nos pênaltis.

O resultado foi um reflexo da partida que foi monótona e causou irritação na torcida. O Luverdense entrou com uma proposta defensiva e alcançou seu objetivo de não perder, diante de um Fluminense que se mostrou lento e sem qualquer inspiração. O meia Paulo Henrique Ganso, a grande atração da partida, teve uma atuação decepcionante e acabou sendo substituído no segundo tempo.

O jogo – A partida começou em ritmo lento com as duas equipes se estudando e pouco arriscando no ataque. Só depois dos cinco minutos, é que o Luverdense decidiu assumir uma postura mais ofensiva e partir para buscar o primeiro gol, mas encontrou dificuldades para superar o sistema defensivo da equipe carioca.

Só aos 12 minutos é que o time de Mato Grosso chegou, pela primeira vez, ao gol tricolor com um chute de Wilson Junior que foi defendido com facilidade pelo goleiro Rodolfo. O Fluminense, no seu estilo habitual, ficava muito tempo com a bola, mas não conseguia criar situações de perigo para o gol defendido por Edson. Só aos 23 minutos é que o Tricolor das Laranjeiras levou perigo. Ganso bateu falta e Matheus Ferraz cabeceou para fora.

Aos 26, depois de receber passe de Ganso, Luciano mandou a bomba, mas a bola desviou na zaga e saiu para escanteio. Na cobrança, Matheus Ferraz subiu mais do que a zaga e cabeceou para boa defesa de Edson. Aos 34 minutos, Wilson Junior foi lançado em velocidade e bateu cruzado, mas Rodolfo conseguiu fazer a defesa em dois tempos. A arbitragem marcou escanteio, gerando muita reclamação por parte dos tricolores, mas a cobrança não resultou em nada.

O Tricolor carioca respondeu com um lançamento de Ganso para o lateral Gilberto, mas o goleiro Edson saiu com precisão e ficou com a bola. Aos 37 minutos, Luciano foi derrubado na entrada da área. Ganso bateu colocado e Edson defendeu sem dar rebote.

Os dois times voltaram sem modificações para o segundo tempo. E antes do primeiro minuto, o Luverdense criou o primeiro momento de perigo. Igor arrancou pela direita, se livrou da marcação e bateu cruzado, mas a bola saiu à direita do goleiro Rodolfo.

O Fluminense respondeu em cobrança de falta que Matheus Ferrraz cabeceou e levou perigo para Edson. O jogo seguiu truncado com as duas equipes brigando muito pela posse de bola, mas sem mostrar qualquer criatividade. A equipe carioca continuava com mais posse de bola, mas não transformava o domínio em situações de gol. Só aos 12 minutos é que o goleiro Edson precisou sair do gol para afastar a bola da sua área após cobrança de falta.

O Luverdense tentava chegar na área tricolor através de lançamentos, facilmente bloqueados pela defesa carioca. Só aos 18 minutos é que o time de Mato Grosso chegou na área carioca em investida de Igor que teve o seu chute desviado pela zaga.

O técnico Fernando Diniz decidiu modificar sua equipe e colocou o meia Dodi na vaga de Ezequiel, deslocando Caio Henrique para a lateral esquerda. Aos 25 minutos, Everaldo ganhou do marcador na corrida e cruzou para a pequena área, mas o goleiro Edson fez boa defesa. Um minuto depois, o goleiro do Luverdense evitou o primeiro gol do Fluminense ao defender chute de Caio Henrique que recebeu dentro da grande área.

O Fluminense aumentou a pressão e, aos 29 minutos, após boa troca de passes, Everaldo foi lançado pela esquerda, mas o goleiro Edson se antecipou e fez a defesa. Logo depois, o goleiro do Luverdense voltou a aparecer bem ao desviar cruzamento fechado de Everaldo.

O Luverdense quase marcou aos 36 minutos quando o zagueiro Lucas Gama recebeu na área, sem marcação, mas acabou travado pelo atacante João Pedro que estava na área para ajudar a defesa. Fernando Diniz ainda tirou o apagado Ganso para colocar Danielzinho com o objetivo de dar mais velocidade ao time nos minutos finais, mas a partida terminou mesmo sem gols.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui