Unirg com medicina em Paraíso: População precisa ter paciência

0
1213

Da Redação

O anúncio foi dado, e a população comemorou como sendo uma grande conquista para o município de Paraíso. E será, com certeza.

Porém, a realidade para que a Universidade de Gurupi – Unirg, chegue à Paraíso com  um dos cursos mais importante do País, a Medicina, pode mostrar que será preciso um pouco de paciência por parte dos paraisenses.

O Portal Benício não entrou diretamente nessa discussão, porque preferiu ir a fundo em relação aos detalhes do Projeto. A redação procurou informações principalmente em relação às parcerias, e descobriu que excesso de comemorações, elogios e possíveis facilidades, podem causar um sério transtorno àqueles que sonham com o curso de Medicina em Paraíso já no próximo ano, e com vestibular em dezembro de 2019.

Por ser uma notícia muito importante e que agrada a todos, principalmente as autoridades e algumas entidades, surgiram, de forma inadequada, muitos pais do Projeto e informações desalinhadas.

Na realidade, a proposta de Instalação de Unirg em Paraíso  vem sendo trabalhada pelo Governo há vários meses, e isso necessitaria de estudos, parcerias e planejamentos entre Estado, Unirg, prefeitura e, principalmente, dos investimentos a serem aplicados, que dependem de inclusão no orçamento.

Somente para a reforma de um prédio como o Colégio Trajano Coelho Neto, que é uma construção antiga e totalmente fora dos padrões de uma Universidade, que viria oferecer curso de Medicina, o prazo não seria menos de 1 ano, além da construção de outras instalações.

Cabe ressaltar, que todas publicações e informações sobre este assunto deixaram o Governo de fora, e não foram levados em consideração que é a parte responsável pelo prédio e pelo projeto inicial e quem realmente poderia bancar a situação.

Segundo apurou a redação do Portal Benício, o governo poderá estudar uma maneira de trazer a Unirg para Paraíso através de uma parceria entre a Universidade gurupiense e a Unitins. Como isso seria possível? Caberia ao Estado explicar o caso mais adiante.

De qualquer forma, a ansiedade pela busca de algo positivo para o município, fez com que a notícia sobre “Unirg em Paraíso com o curso de Medicina” chegasse antes mesmo da concretização da proposta.

A visita de diretores da Universidade e do Secretário da prefeitura de Gurupi a Paraíso na semana passada, foi apenas o começo de uma discussão que pode durar ainda muito tempo.

No entanto, as autoridades locais precisam, de fato, unir forças para continuar discutindo o assunto e não o perca, como ocorreu em outras situações, como foram os casos de várias empresas que não se instalaram em Paraíso por ciúmes entre políticos.

Agindo de forma contrária, a cidade de Porto Nacional serve de grande exemplo. Tudo que é de empresários que querem se instalar no Estado escolhem aquele município, que hoje está há anos luz à frente de Paraíso do Tocantins economicamente. Lá a política acontece apenas  em ano eleitoral, depois, as autoridades se unem em prol de seu povo.

Em Paraíso, a disputa é saber a quem culpar pelo retrocesso que acontece desde a década de 90. É preciso ter cuidado para que a proposta de “Unirg com medicina” não seja desviada e a culpa vá recair sobre essa ou aquela autoridade, outra vez, fazendo com que o silêncio continue sendo seu refúgio.

Aliás, esse é um sonho que a comunidade precisa que seja concretizado, já que Paraíso não teve a competência de fazer o que Gurupi fez no passado, quando se preparou para exportar, até educação, no futuro. Futuro esse que ainda não chegou por aqui.

É possível entender as comemorações extemporâneas pelo desejo de Paraíso ter, pelo menos, uma Unirg, já que lhes tiraram o direito de ter uma UFT, ou, recentemente, uma UFNT.

A cidade precisa formar outros profissionais para que haja esperança de crescimento econômico e social. Caso contrário, terá que construir uma nova CPP, já que as oportunidades surgem apenas nas ofertas ilícitas.

 

Portal Benício

 

 

 

 

 

 

Considerado um curso difícil, já que a dedicação é integral (manhã e tarde) e com um vestibular extremamente concorrido, o curso de Medicina ainda assim é o curso mais procurado nas universidades do mundo inteiro por dois motivos: primeiro por ser uma carreira belíssima, considerada por muitos a mais nobre das profissões e também pelo motivo financeiro, já que os salários de médicos estão entre os melhores do mercado.

Fonte: https://www.guiadacarreira.com.br/carreira/curso-de-medicina/

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui