Vacinação contra febre aftosa na Ilha do Bananal termina dia 30

0
330

A vacinação contra a febre aftosa do rebanho de bovinos, na Ilha do Bananal, será concluída na próxima segunda-feira, 30, pelos técnicos da Agência de Defesa Agropecuária do Estado (Adapec). A campanha iniciou no dia 1º de agosto e já foram envolvidos 350 retiros de produtores rurais e indígenas, proprietários de cerca de 100 mil animais.

De acordo com o responsável pelo Programa Estadual de Erradicação da Febre Aftosa, João Eduardo Pires, não houve nenhuma intercorrência até o momento e a vacinação segue em fase de finalização. “Mesmo com algumas dificuldades de acesso típicas da região a execução do trabalho ocorre normalmente; a vacinação é agendada e a comprovação é feita de forma imediata”, explica.

No caso do rebanho indígena, o Governo do Estado forneceu gratuitamente cerca de oito mil doses de vacinas. Nos municípios que fazem divisa com estado de Goiás, a Adapec contou com o apoio da Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa); já nos municípios que fazem limites com Mato Grosso, o Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea) colaborou com os trabalhos.

O presidente da Adapec, Alberto Mendes da Rocha, elogiou as ações desenvolvidas pela equipe técnica e disse que o Tocantins está engajado na luta pela evolução do status sanitário. “É preciso manter as nossas obrigações em dia, a vacinação da Ilha é mais uma estratégia de preservação da condição sanitária. Em novembro, já temos outra etapa da campanha que engloba todo o estado, portanto as atividades não param”, avalia.

Todo o rebanho tocantinense, incluindo os animais da Ilha, já ultrapassam 8,4 milhões de bovídeos.

Ilha do Bananal

A Ilha do bananal faz divisa com oito municípios tocantinenses: Formoso do Araguaia, Sandolândia, Lagoa da Confusão, Araguaçu, Cristalândia, Dueré, Caseara e Pium. Devido às suas características de relevo e terreno, no período chuvoso, se torna quase intransitável, pois a região fica alagada. Diante disso, a vacinação só ocorre na época da seca e uma vez por ano, para todos os bovinos, independente da faixa etária.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui