Ações de defesa agropecuária vegetal são debatidas em Lagoa da Confusão

0
180

Welcton de Oliveira 

O Governo do Tocantins por meio da Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) iniciou nesta quarta-feira, 16, e segue até o dia 18 de outubro, uma reunião técnica de padronização das ações de defesa agropecuária vegetal, na Câmara Municipal de Lagoa da Confusão, na região oeste do Estado.

O evento está debatendo a atuação da Adapec nas ações de defesa vegetal no Tocantins, com foco na safra 2019/2020, e conta com a participação 40 pessoas, entre supervisores que atuam na área vegetal nas regionais da Agência, chefes de programas estaduais e inspetores de defesa agropecuária (engenheiros agrônomos) de todo o Estado.

Segundo o diretor de Defesa, Inspeção e Sanidade Vegetal da Adapec, Alex Sandro Arruda Farias, na reunião estão discutindo diversos pontos que envolvem o segmento vegetal, entre eles, a ferrugem asiática, o bicudo do algodoeiro, manejo de fungicidas na cultura de soja e identificação, monitoramentos de pragas, certificação fitossanitária, trânsito vegetal, estabelecimentos agropecuários, fiscalizações de agrotóxicos, sementes e mudas.

“Hoje pela manhã tivemos uma ação em campo numa unidade produtora da Unigel Sementes, onde aprofundamos a discussão sobre a importância na produção de sementes de soja na região de várzeas tropicais,” acrescentou Alex Sandro.

Neste encontro serão apresentados documentos e leis que estão sendo elaborados pela Agência visando o fortalecimento e aperfeiçoamento do trabalho e da legislação. Entre os documentos estão: Manual de procedimentos do Programa Estadual de Controle da Ferrugem Asiática da Soja; Manual de procedimentos de grandes culturas; Reformulação da Lei Estadual de Agrotóxicos 224/1990 e Reformulação do Decreto Estadual de Agrotóxicos 4793/1991.

Para o presidente da Adapec, Alberto Mendes da Rocha, esta reunião é importante para o setor produtivo do Estado, pois a defesa vegetal discutirá medidas que facilitará sua atuação no controle a pragas, fiscalizações em trânsito e meios que contribuam com a melhoria do atendimento aos produtores rurais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui