Prefeito de Lagoa da Confusão, Nelsinho, é intimado pela Câmara para Julgamento de Impeachment

0
558
PREFEITO NELSINHO DE LAGOA DA CONFUSÃO É MANTIDO NO CARGO

Ascom Câmara/Lagoa

 

Nesta segunda feira, dia 21 de Outubro de 2019, o Prefeito de Lagoa da Confusão, Nelson Alves Moreira (Nelsinho), foi intimado para a Sessão de Julgamento do processo de número 001/2018, que ocorrerá na próxima quarta feira dia 23, às 09 horas no Plenário da Câmara Municipal.

O Impeachment foi aberto pela Câmara de Vereadores de Lagoa da Confusão em 15/10/2018, após denúncia protocolada por três eleitores do município, que apontaram gastos excessivos com a contratação de dois escritórios de advocacia, que totalizavam um gasto mensal de $ 60.000,00 (sessenta mil reais), totalizando R$ 720.000,00 (setecentos e vinte mil reais) por ano.

Em sessão com casa cheia, sob a presidência do vereador Luiz Edvaldo Coelho dos Santos, a denúncia foi recebida por unanimidade pelos vereadores presentes pelo placar de 8 x 0. Na época, apenas o vereador Ricardinho Lacerda (PSB) não esteve presente.

Em seguida, foi instalada a Comissão de Investigação Processante (CIP).
Após o trâmite processual, onde o prefeito foi intimado de todos os atos, se fazendo representar por advogado particular, em 16/01/2019 foi lido o Parecer Final da CIP que opinava pela cassação do mandato do Prefeito.

No entanto, o processo estava parado desde o dia 08 de Janeiro de 2019, por decisão do Juiz de Cristalândia, Wellington Magalhães.

Sob o comando do novo Presidente da Casa, Homário Lopes (PSDB) foi dado à continuidade dos trabalhos, onde a Câmara Municipal recorreu da decisão do juiz de Cristalândia que havia sido favorável ao Prefeito.

No dia 02 de Outubro, o Tribunal de Justiça derrubou por unanimidade (3 votos a 0) a decisão do juiz da 1ª Escrivania Cível de Cristalândia, que havia anulado o processo de cassação pela Câmara Municipal do prefeito de Lagoa de Confusão Nelsinho Moreira, por gastos excessivos realizados pela Prefeitura Municipal na contratação de escritório jurídico.

Caso se confirme, será o segundo caso de cassação de prefeito pela Câmara de Vereadores em Lagoa da Confusão. O outro, ocorreu no primeiro mandato de Prefeito do Município, onde o então prefeito, Assis Francisco Cheffer, também sofreu um Impeachment.

Como o caso se trata de situação relativa à administração do Prefeito e não em virtude de questão eleitoral, sendo confirmada a Cassação, será convocado para assumir a Prefeitura Municipal, o então Vice Prefeito, Thiago (PSB).

As informações acima foram confirmadas à nossa reportagem, pelo vereador de Lagoa da Confusão, Gel Lino (PDT).

“A reportagem do Portal Benício aguarda manifestação da defesa do prefeito Nelsinho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui