Polícia Militar reforça segurança na região sul do Estado com operação Cidade Blindada

0
80

Para reforçar a segurança no período que antecede o pagamento dos servidores públicos estaduais, a Polícia Militar do Tocantins (PM) inicia na manhã desta sexta-feira, 29, a operação Cidade Blindada VII. As ações intensificadas de policiamento seguem até o domingo, 1º de dezembro, em sete cidades da região sul do Estado: Gurupi, Formoso do Araguaia, Alvorada, Araguaçu, Palmeirópolis, Peixe e Talismã.

Além do efetivo do 4º Batalhão de Polícia Militar (4º BPM), participam da operação os integrantes do Batalhão de Polícia de Choque (Bpchoque), da Companhia Integrada de Operações Especiais (CIOE) e o do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer). O maior número de policiais nas vias urbanas e rodovias visa inibir a prática de roubos ou furtos a estabelecimentos bancários e seus correspondentes, empresas de transporte de valores e demais delitos que ameacem a segurança da sociedade.

Para garantir a ordem pública, as equipes foram orientadas a fazer o policiamento ostensivo com a realização de blitze, bloqueios e abordagens, tanto nas cidades quanto nas rodovias estaduais. Os policiais militares também poderão agir repressivamente nas situações em que houver a prática de crime. A operação Cidade Blindada está na sétima edição e já foi realizada em diversos municípios do Estado.

O comandante do 4º BPM, tenente-coronel Jaime Porfírio de Souza, ressalta que o reforço operacional vai aumentar a sensação de segurança na região, em um período de grande movimentação financeira. “As equipes da PM serão empregadas diuturnamente. Vamos blindar as nossas cidades com o efetivo distribuído em pontos estratégicos”, afirma o tenente-coronel.

De acordo com o chefe do Estado-Maior da PM, coronel Márcio Antônio Barbosa de Mendonça, a operação Cidade Blindada é uma ação positiva que tranquiliza a comunidade. “Nosso trabalho é feito com o objetivo de atender os anseios da população na área da segurança pública. Fizemos o planejamento para intensificar a presença de policiais militares na região, inclusive com o patrulhamento aéreo”, informa o coronel Barbosa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui