PESQUISA ELEITORAL: EM MARIANÓPOLIS, PREFEITO ISAIAS LEVA VANTAGEM ENTRE OS ELEITORES

0
703

Do Correio do Povo

Os eleitores da zona urbana, do Assentamento Manchete e do povoado da Vila da Prata, em Marianópolis, foram entrevistados pela Pesquisa Correio do Povo, em relação aos preferência os pré-candidatos a prefeito. O resultado mostrou que o atual prefeito Isaias Piagem lidera a corrida contra Saulo do Salomão e do ex-prefeito, Claudoir Bento de Oliveira.

PESQUISA ESTIMULADA

Há pouco mais de 9 meses da eleição, a situação dos pré-candidatos em Marianópolis é a seguinte: o atual gestor, Isaias Piagem aparece liderando com 41% das intenções de votos. O segundo colocado é Saulo do Salomão, que tem neste momento, 27% das intenções. O ex-prefeito Claudoir Bento tem 12%. Entre os entrevistados, 20% não souberam em quem votar ou disseram que ainda estão indecisos.

PESQUISA ESPONTÂNEA

Na pesquisa espontânea, quando o eleitor cita sem estímulo o nome do seu candidato, Isaias Piagem também lidera com 28% seguido de Saulo do Salomão que tem neste momento 17%. Claudoir aparece com 3%. Eleitores indecisos somam 52%.

REJEIÇÃO

O pré-candidato mais rejeitado em Marianópolis é o ex-prefeito Claudoir Oliveira. Ele é rejeitado por 42% dos eleitores. O segundo mais rejeitado é o prefeito atual, Isaias Piagem, que aparece com 18% de rejeição. Saulo do Salomão é rejeitado por 15% dos entrevistados. Eleitores que não souberam a quem rejeitar ou que estão indecisos somam 25%.

AVALIAÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO

78% dos eleitores de Marianópolis aprovam a gestão do atual prefeito Isaias Piagem. Para 7%, se trata de uma gestão Ótima. Outros 38% afirmam que o município tem uma administração Boa. 33% garante ser uma administração Regular. 6% afirmam ser Ruim e 11% Péssima. 5% ainda se mantêm indecisos ou não souberam opinar.

DADOS DA PESQUISA

A Pesquisa Correio do Povo foi realizada na cidade Marianópolis no dia 12 de dezembro de 2019 e entrevistou 300 eleitores da zona urbana, e dos assentamentos Manchete e povoado da Vila do Prata. A Margem de Erro para todos os concorrentes é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos, e a Margem de Acerto de 95%. Seguindo protocolo da Justiça Eleitoral, o levantamento não precisou ser registrado. Situação que será obrigatório apenas após o dia 1º de janeiro do ano da eleição. Colaborou o estatístico, João Soares de Araújo Neto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui