Tocantins conta com Plano de Contingência e tem equipes de Saúde preparadas para enfrentamento ao novo Coronavírus

0
40

Ao seguir as orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde, e dar exemplo em várias iniciativas que visam diminuir a proliferação da Covid-19, doença causada pelo novo Coronavírus, o Estado do Tocantins vem colocando em prática um robusto plano de ação no âmbito da Saúde.

Denominado Plano de Contingência do Tocantins – Novo Coronavírus (2019 – nCoV), o documento composto por quase 70 páginas define condutas e medidas para a assistência ao paciente com suspeita ou confirmação da Covid-19, visando diminuir o risco de transmissão aos profissionais da Saúde, demais pacientes e familiares, garantindo a qualidade do atendimento.

“Com este plano, padronizamos as condutas e colocamos o HGP [Hospital Geral de Palmas] como unidade de referência, para onde devem ser encaminhados os pacientes que se enquadrem nos critérios de definição de caso suspeito da Covid-19”, informa o governador Mauro Carlesse, que também participou da elaboração do documento.

O plano aponta que este encaminhamento ao Hospital Geral de Palmas só deve ocorrer após a autorização do Serviço de Regulação do hospital. Assim, o paciente atendido em qualquer unidade da rede pública ou privada do Tocantins e que necessite de atendimento especializado deverá ser encaminhado ao HGP. Funciona assim: o médico da unidade em que o paciente está sendo atendido fará contato com o Núcleo Interno de Regulação do HGP (NIR-HGP). Em seguida, o médico do NIR-HGP verificará se o paciente se enquadra na definição de suspeito. Caso o paciente se enquadre nos critérios, o médico do NIR-HGP autorizará a ida do paciente. Depois disso, o NIR acionará imediatamente o Time de Resposta Rápida para Atendimento dos Casos de Coronavírus (TRR), que é composto por uma equipe multiprofissional.

Reserva de leitos

A entrada do paciente referenciado para o HGP será feita pelo estacionamento da internação, acessando a rampa de emergência até o 1° piso, onde foram destinados leitos para o atendimento destes pacientes.

Foram reservados 14 leitos para isolamento; e com relação aos casos de pacientes com necessidade de tratamento intensivo, foram destinados três leitos de isolamento na Unidade de Cuidados Intermediários (UCI).

E os pacientes que vão espontaneamente ao HGP?

O plano prevê que os pacientes que dão entrada pelo pronto-socorro e que sejam identificados pela recepção com quadro gripal devem ser encaminhados imediatamente para a Sala de Classificação de Risco, fazendo uso de máscara cirúrgica. Nesta sala, os profissionais, já orientados quanto aos critérios de caso suspeito, priorizarão o atendimento desse paciente.

Ao identificar um caso suspeito, o enfermeiro da classificação de risco acionará o Time de Resposta Rápida imediatamente e a equipe terá até 30 minutos para chegar ao hospital e iniciar os procedimentos indicados.

E nas unidades postas de entrada?

Nas demais unidades de saúde, no momento do acolhimento ou triagem, devem ser investigados sinais, sintomas e histórico de viagens internacionais entre os pacientes que apresentarem sintomatologia ou que tiveram contato com indivíduos com a suspeita da Covid-19. Se enquadrar nos critérios, este paciente deve ter prioridade no atendimento e ser direcionado ao local definido para isolamento. A equipe deve orientar e fornecer, ao paciente, a máscara cirúrgica, que deverá ser utilizada durante toda a sua permanência na unidade.

Como e a quem informar casos suspeitos?

A notificação imediata de casos suspeitos da Covid-19 deve ser feita ao Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde do Tocantins (Cievs), por qualquer profissional de saúde pelo meio de comunicação mais rápido disponível, em até 24 horas, a partir do conhecimento do caso.

O Cievs também recebe e monitora as notificações informadas por fontes oficiais e/ou não oficiais (rumores) em mídias, redes sociais e telefones. O centro funciona 24 horas.

Confira os canais disponíveis: telefones 0800 642 7300/ (63) 9 9241 4832 / (63) 3218 1785 ou pelo e-mail [email protected]

O plano

O Plano de Contingência do Tocantins ainda traz orientações sobre a coleta de amostras, limpeza e desinfecção de superfícies, atribuições das diversas áreas da Saúde, informações sobre como lidar com caso suspeito em avião e recomendações para hospitais. O documento pode ser conferido aqui.

Sara Cardoso

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui