Em Paraíso: Comércio não vai fechar e empresários prometem ajudar a cumprir determinações contra o covid-19

0
511
GRUPO DE EMPRESÁRIOS SE REUNIU COM MEMBRO DO COE

Da Redação

 

Empresários de Paraíso promoveram uma manifestação em frente à prefeitura local na manhã desta quarta-feira, 08 de abril, para manifestar apoio ao Decreto 540/2020, de autoria do Executivo, que flexibiliza o funcionamento dos estabelecimentos comerciais locais, com algumas restrições.

A manifestação se deu após o Ministério Público recomendar o fechamento do comércio, que esteve fechado por uma semana e reabriu no dia 30, após autorização da Gestão.

A imagem pode conter: 2 pessoas

Antes, durante reunião do Comitê de Operação Emergencial (COE), ficou acertado que os estabelecimentos continuarão funcionando, mas foi detectada a necessidade da colaboração dos próprio empresários.

Na cidade de Paraíso do Tocantins, a maioria das empresas não cumpriram as regras impostas no Decreto 540/2020, e mantiveram o atendimento normalmente sem nenhuma precaução quanto ao coronavírus.

A presidente da Associação Comercial de Paraíso, Juliana Martins, que também representa a classe empresária no COE, disse em entrevista ao Portal Benício que os comerciantes estão dispostos a contribuir seguindo as normas, e que defende a proposta do comércio continuar funcionando.

“Enquanto representante dos empresários de Paraíso, nosso posicionamento é que o comércio continue aberto e que os empresários, colaboradores e a sociedade consigam ter um entendimento do que é essa doença. A nossa defesa é que os empresários se conscientizem em relação à higienização, o distanciamento dos clientes e dos colaboradores, que são essenciais para que a gente não tenha essa incidência em nossa cidade”, disse Juliana Martins, ao ressaltar os compromissos financeiros dos empregadores.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, multidão, árvore, casamento e atividades ao ar livre

A Presidente ainda lembrou que Paraíso não tem nenhum caso de covid-19, mas que está muito próxima de Palmas, e que Gurupi hoje amanheceu com um caso da doença. Ainda de acordo com ela, os empresários presentes se comprometeram a cumprir as determinações. Os próprios empresários decidiram colocar um carro de som nas ruas alertando a classe.

O Comitê de Operação Emergencial – COE, se reuniu na manhã desta quarta, das 09:00  às 10:00, para discutir as recomendações do Ministério Público. Porém, entre outras coisas,  o Órgão já decidiu que o comércio continuará funcionando.

A imagem pode conter: 9 pessoas, incluindo Paulo Sérgio Diniz, Celso Morais e Juliana Martins, multidão, árvore e atividades ao ar livre

Daqui para frente, segundo as autoridades, tudo vai depender do comportamento das empresas e da população. É possível que aqueles que não cumprirem as regras sejam multados, e em caso de reincidência, poderá ser fechado.

As novas regras serão publicadas pelo Comitê Operação Emergencial ainda na tarde desta quarta-feira e você acompanha aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui