Advogado que recuperou milhões desviados em corrupção é o novo Ministro da Justiça. Diretor da PF também é confirmado

0
930

Da Redação

O Palácio do Planalto confirmou hoje os nomes que vão ocupar o Ministério da Justiça, e Diretoria Geral da Polícia Federal.

Os escolhidos pelo presidente Jair Bolsonaro são o advogado André Luiz Mendonça, para o lugar de Sérgio Moro, no Ministério e Alexandre Ramagem, que estava na Agência Brasileira de Inteligência (Abin), que assume a vaga do ex-diretor, Freixo, que foi demitido pelo Presidente na semana passada.

O novo Ministro é pastor e estava na Advocacia-Geral da União (AGU). Em 2011, Mendonça venceu, o Prêmio Innovare, por idealizar e coordenar um grupo dedicado à recuperação de ativos desviados em casos de corrupção, que recuperou bilhões de reais aos cofres públicos.

Parte da imprensa do eixo Rio São Paulo que se posta conta o Governo Federal acusa o fato de que os dois são próximos ao presidente Jair Bolsonaro. No entanto, ninguém questiona a capacidade e a ficha profissional dos escolhidos.

A imagem pode conter: texto

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui