Polícia Civil soluciona 100% dos casos de desaparecimentos dos últimos seis meses em Araguaína

0
289

A Polícia Civil do Tocantins, por meio da 3ª Divisão Especializada de Repressão ao Crime Organizado (DEIC – Araguaína), solucionou 100% dos casos de desaparecimentos ocorridos em Araguaína, nos últimos seis meses. De setembro de 2019 até fevereiro deste ano foram, registrados 20 desaparecimentos, sendo nove homens e cinco mulheres adultos, um adolescente do sexo masculino e cinco adolescentes do sexo feminino.

Segundo o delegado titular da DEIC – Araguaína, Fernando Rizério, os principais fatores para o desaparecimento de pessoas no referido município são os conflitos familiares, envolvimento com entorpecentes e uso abusivo de bebidas alcoólicas.

Para ele, são situações bem peculiares e envolvem dinâmicas diferentes em cada situação, mas todos requerem diligências aos familiares, amigos, utilização de tecnologias e muito empenho para a localização. “Nessas situações, apesar de alguns desaparecimentos serem mais simples e por motivos menos complexos, podem ser indícios de crimes bem mais graves, como homicídio, o que requer que tenhamos muito cuidado no atendimento”, ressalta o delegado.

Rizério acrescenta que a DEIC – Araguaína trabalha em todas essas situações como se fossem casos complexos. “Até para que não se percam provas e, em casos que possam ser sequestros, atuar de forma rápida e emergencial para minimizar os prejuízos causados pelos crimes”, explica.

A delegada titular da 2ª Delegacia Regional de Polícia Civil (DRPC) de Araguaína, Ana Maria Varjal, valoriza o trabalho desempenhado sobre os casos de pessoas desaparecidas no município. “O índice de 100% de elucidação dos casos de desaparecimentos nos últimos seis meses é devido ao comprometimento e à dedicação de todos os policiais civis que compõem a DEIC – Araguaína”, ressalta.

Cláudia Santos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui