Sistema Penitenciário e Prisional realiza operação Lockdown e apreende materiais ilícitos na CPP de Palmas

0
167

O Sistema Penitenciário e Prisional (Sispen) realizou nesta quarta-feira, 6, uma operação com o objetivo de buscar indícios de tentativas de fuga, armas e celulares, denominada de Lockdown, no Núcleo de Custódia e Casa de Prisão Provisória de Palmas (CPP de Palmas). A operação contou com a participação de 65 agentes de Execução Penal e de 20 integrantes do Grupo de Intervenção Rápida (GIR).

A operação revistou celas dos pavilhões A e B da unidade prisional, sendo encontrados e apreendidos armas artesanais, aparelhos celulares, carregadores de celular e fios, também foram verificados vários danos ao patrimônio público. “O material apreendido, no caso de celulares e manuscritos, é repassado à inteligência do Sispen, para análise e catalogação. O restante, como armas artesanais, barras de ferros e outros, é destruído na própria unidade”, explicou o diretor da CPP de Palmas, Thiago Sabino.

A imagem pode conter: textoPRINT O ANÚNCIO E APRESENTE NAS LOJAS O BOTICÁRIO DE PARAÍSO E MIRACEMA. O PRESENTE DA MAMÃE VAI FICAR 10% MAIS BARATO

O diretor da CPP de Palmas explicou que serão instaurados Processos Administrativos Disciplinares (PADs), com a finalidade de apurar as condutas individuais das pessoas privadas de liberdade e ressaltou que as operações de revistas são fundamentais para promover a custódia com segurança. “O maior benefício é impedir a comunicação entre as organizações criminosas, bem como retirar armas artesanais que possam ser usadas”, destacou Thiago Sabino.

O superintendente de Administração dos Sistemas Penitenciário e Prisional, Orleanes de Sousa Alves, ressaltou comprometimento dos gestores das unidades prisionais e dos servidores para a efetivação da operação com segurança. “Agradecemos a todos os diretores e os chefes de segurança pelo apoio nesta operação, em especial, as unidades de Porto Nacional, Paraíso do Tocantins, Barrolândia, Pium, Miracema do Tocantins, Cristalândia e Central de Monitoramento”, frisou.

Operação Lockdown

A operação de revista nomeada Lockdown faz referência à estratégia adotada como protocolo de emergência durante a Pandemia da Covid-19, que tem o objetivo de limitar a movimentação interna das pessoas, impedindo que haja contato entre elas, mantendo-as em confinamento.

Shara Rezende – Secom

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui