EXCLUSIVO: Veja como foi o primeiro sepultamento de corpo com covid-19 em Paraíso do Tocantins

0
850

Da Redação

Desde o início do mês de março, quando tudo começou, o Portal Benício/Correio do Povo atuam juntos com os órgãos oficiais no sentido de chamar a atenção da população de Paraíso e de todo o Estado do Tocantins sobre a importância da precaução em relação ao coronavírus.

A imagem pode conter: casa, céu, carro e atividades ao ar livre

Neste domingo, 10 de maio e Dia das Mães, fomos mais uma vez os olhos da comunidade paraisense que, em parte, ainda desafia as orientações das autoridades de saúde sobre os perigos da doença.

Na manhã deste domingo um corpo foi sepultado no Cemitério Memorial Parque por covid-19, o primeiro de Paraíso.

A tristeza toma conta de qualquer ser humano que presencia uma cena como a que vimos hoje. Ver familiares ao longe sem poder se despedir do ente querido é algo difícil de ser esquecido. É preciso ter cuidado.

O SEPULTAMENTO

O corpo do senhor de 57 anos morador do Setor Chapadão, que morreu de covid-19 no início da noite deste sábado, 9, no Hospital Regional de Paraíso, foi sepultado com todos os protocolos determinados pelas autoridades.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, árvore, planta, atividades ao ar livre e natureza

Nenhum membro de sua família chegou perto do caixão. Alguns se arriscaram a ficar do lado de fora do cemitério para ver de longe a partida do seu ente. Apenas servidores da Vigilância Sanitária da Prefeitura acompanharam o enterro, também do lado externo do cemitério.

Como testemunha, mesmo sem ser convidada, nossa Reportagem se manteve de longe até que o corpo fosse sepultado.

A imagem pode conter: árvore, carro, céu, atividades ao ar livre e natureza

Vestidos com roupas adequadas, os funcionários da empresa funerária, Pax Nova Aliança, foram os únicos que tiveram contato com o caixão e eles mesmo fizeram o sepultamento, já que não é permitido a presença dos coveiros. A família foi proibida de acompanhar o enterro.

De forma rápida e prática, o caixão foi retirado do veículo funerário e colocado direto na cova. Em seguida, os funcionários da funerária foram higienizados.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, criança, céu e atividades ao ar livre

Acabou-se naquele momento a história de mais um paraisense. Fica a dor e o distanciamento obrigatório por parte da família neste último instante.

A palavra DISTANCIAMENTO foi utilizada aqui para lembrar a todos a importância do isolamento social tanto solicitado pelas autoridades à população. Veja o vídeo quantas vezes puder, para que não sejamos os próximos a ver um parente ir embora sem poder, pelo menos, dizer ADEUS.

CUIDE-SE.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas em pé, árvore, céu, criança, atividades ao ar livre e natureza

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui