Governo do Tocantins lança programa de apoio e cuidado emocional para educadores e estudantes da rede estadual

0
209

Buscando oferecer apoio socioemocional aos educadores e estudantes da rede estadual durante os diversos estágios da pandemia do novo Coronavírus, o Governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc), lança nesta segunda-feira, 15, o programa Olhar Atento. A ação será apresentada às 16h30, em live transmitida no canal TV Seduc, no YouTube.

Conforme a gestora da pasta, Adriana Aguiar, a iniciativa visa proporcionar o suporte necessário aos profissionais da educação e estudantes para que possam se manter equilibrados e saudáveis, garantindo as condições necessárias para protagonizar o ensino não presencial, o retorno gradual às salas de aula e preparando-se para o enfrentamento dos desafios que se apresentarão no período pós-pandemia.  “O programa consiste na oferta de atendimento psicológico, cursos, palestras e outras ferramentas que vão proporcionar o apoio socioemocional tão necessário diante dessa nova realidade que vivemos. Esta é uma necessidade que não pode ser ignorada e vem ao encontro da recomendação do governador Mauro Carlesse de promover uma educação focada no cuidado constante com os nossos servidores e estudantes”, enfatiza a secretária da Educação, Juventude e Esportes.

Parceiros

O Olhar Atento disponibiliza diversos instrumentos, como os cursos on-line e 100% gratuitos que serão ofertados aos professores da rede estadual, por meio de parceria com o Instituto Península, por intermédio do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed).

Além disso, por meio de convênio firmado com a Universidade Federal do Tocantins (UFT), a Seduc disponibilizará assistência psicológica a professores e estudantes da educação básica estadual, com o projeto Psicologia e Educação no enfrentamento do sofrimento psicossocial.

Lançamento

A live de lançamento do Olhar Atento contará com a participação da secretária Adriana Aguiar, do professor doutor Ladislau Ribeiro do Nascimento, que coordena o projeto da UFT, e a diretora de Desenvolvimento Integral do Instituto Península, Mariana Breim.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui