Naturatins divulga balanço de operação na Área de Proteção Ambiental Ilha do Bananal/Cantão

0
97

O Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) divulgou nesta sexta-feira, 28, o balanço de operação realizada na Área de Proteção Ambiental (APA) Ilha do Bananal/Cantão, no período de 22 a 25 de agosto. A ação conjunta contou com a parceria de equipes do Naturatins da APA Ilha do Bananal/Cantão, do Parque Estadual do Cantão (PEC), localizados na região de Caseara, além do Batalhão da Polícia Militar Ambiental (BPMA) de Palmas.

Como resultado das ações realizadas durante os quatro dias de operação, 50 kg de pescado foram apreendidos e doados à comunidade local. Além disso, foram recolhidos 200 metros de redes e apetrechos de pesca como caniços. Também foram lavrados cinco autos de infrações, quatro termos de apreensão, quatro termos de doações e um termo de embargo. O total do valor de multas aplicadas foi cerca de R$ 5 mil.

Aline Vilarinho Aires, supervisora da APA Ilha do Bananal/Cantão, avaliou de forma positiva o balanço final da operação. “Além de fiscalizar e monitorar o Rio Caiapó no âmbito do Acordo de Pesca, a população foi orientada acerca da prorrogação da Portaria nº 106/2019, da Cota Zero que tem vigência até 2022”, explicou a supervisora.

Detalhes da operação

Aline Vilarinho explica que a operação teve como objetivo monitorar e fiscalizar principalmente o Rio Caiapó, no trecho que trata a Portaria do Naturatins nº 45/2020, tendo em vista o Acordo de Pesca, e ainda monitorar outros rios e áreas da APA, de acordo com as portarias da Cota Zero e da nº 97/2018, que trata dos procedimentos para o transporte e comercialização de pescado.

Em Araguacema, a fiscalização realizada no Rio Caiapó se estendeu até o Rio Araguaia e nos assentamentos Canaã, Tarumã e no povoado Senhor do Bonfim. “A ação teve ainda como finalidade atender denúncias de desmatamento ilegal em assentamentos no município de Araguacema”, complementou a supervisora.

As equipes realizaram também abordagem a veículos, embarcações, visitas a acampamentos e uma blitz de fiscalização na rodovia TO-348, saída para o município de Dois Irmãos.

Lidiane Moreira/Naturatins

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui