População de Abreulândia está comovida com crime de feminicídio

0
569

Da Redação

Maria Madalena Pinheiro Alves, de 53 anos, foi morta a tiros nesta terça-feira (22) na cidade de Abreulândia, localizada na região do Vale do Araguaia tocantinense. O crime aconteceu após ela aceitar um encontro com o ex-marido com objetivo de discutir a divisão dos bens. O ex-marido, suspeito de cometer o crime, foi preso em flagrante pela Polícia Militar. Ele não teria aceitado o fim do relacionamento.

A Polícia Militar disse que a vítima tinha conseguido medida protetiva na justiça e residia na casa da mãe.  Ao ser convidada para discutir a divisão dos bens ela se encontrou com ele da casa onde os dois moraram por muitos anos.

Maria Madalena foi atingida por três disparos de arma de fogo, e chegou a ser socorrida e levada ao Hospital de Divinópolis, mas não resistiu os ferimentos. Ela deixa uma filha de 16 anos.

Após ter sido detido, o ex-marido foi encaminhado à Delegacia de Paraíso onde prestou depoimento. A arma que teria sido usada no crime foi apreendida.

COMOÇÃO

Moradores de Abreulândia disseram à redação do Portal Benício que o crime deixou a cidade em clima de comoção. “Ninguém esperava uma situação como essa. Ela era uma pessoas do bem e todos estão muito triste pela forma como sua morte ocorreu” disse um morador.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui