Governo do Tocantins inicia segunda temporada da Operação Lockdown nos sistemas penitenciário e prisional

0
161

O Governo do Tocantins inicia a segunda temporada da Operação Lockdown com o objetivo de limitar o recebimento de novos presos a algumas unidades prisionais durante a pandemia e evitar a proliferação do novo Coronavírus entre a população carcerária. A operação é coordenada pela Superintendência de Administração dos Sistemas Penitenciário e Prisional da Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju).

A primeira temporada da Operação Lockdown se concentrou em definir quais unidades estariam aptas a receber novos presos, preservando a saúde dos já custodiados e atendendo a necessidade de período de quarentena aos ingressos no sistema. “A Operação Lockdown integra uma série de medidas adotadas pela Seciju desde o anúncio da pandemia, a fim de prevenir que pessoas privadas de liberdade fossem infectadas pelo novo Coronavírus, com isso tivemos resultados muito positivos. Das pessoas custodiadas em unidades penais que testaram positivo para Covid-19, nenhuma precisou de internação e não houve mortes”, frisa o secretário da Cidadania e Justiça, Heber Fidelis.

Primeira temporada

A primeira temporada da Operação Lockdown iniciou no dia 20 de maio deste ano, teve nove fases e finalizou no último dia 20 de dezembro. Durante os sete meses de Operação, os sistemas penitenciário e prisional receberam 2.372 pessoas e a unidade penal que mais recebeu novos presos foi o Núcleo de Custódia e Casa de Prisão Provisória de Palmas (CPP Palmas) com 682 ingressos.

“Paralelo a Operação Lockdown, estabelecemos o Plano de Ação para Contenção a Transmissão do novo Coronavírus com ações preventivas, como higienização e sanitização das unidades penais, uso obrigatório de máscara, realização de teste rápido e testes laboratoriais, suplementação alimentar, vacinação de H1N1, e estabelecemos protocolos sanitários. Também foram suspensas as visitas, entrada de alimentos, as audiências foram realizadas de forma virtual e a movimentação de presos foi proibida. Estamos fechando a primeira temporada da Operação Lockdown com a certeza que fizemos o melhor para preservar a saúde dos custodiados”, comemora o superintendente de Administração dos Sistemas Penitenciário e Prisional, Orleanes de Sousa Alves.

Segunda temporada

Na segunda temporada da Operação Lockdown, 21 unidades penais estão aptas a receber novos presos, são elas: Tocantinópolis, Talismã, Porto Nacional, Pedro Afonso, Paraíso, CPP de Palmas, UPF de Palmas, Miracema, Lajeado, Gurupi, Guaraí, Dianópolis, Colméia, Colinas, Babaçulândia, Augustinópolis, Arraias, Araguatins, Araguaína, Araguacema e Ananás.

SARA REZENDE/

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui