Governador Carlesse articula liberação de recursos para o Tocantins com ministro Lorenzoni

0
46

Cumprindo agenda oficial em Brasília, o governador do Estado do Tocantins, Mauro Carlesse, acompanhado do senador da República, Eduardo Gomes, participou nesta terça-feira, 2, de audiência com o ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Onyx Lorenzoni. O encontro aconteceu no Palácio do Planalto. Na pauta, discussões sobre investimentos e projetos estruturantes para o Tocantins.

Durante a audiência, o governador Mauro Carlesse detalhou o trabalho realizado para aprimorar os gastos públicos e resguardar a saúde financeira do Estado, mesmo diante de um ano desafiador e de muitas restrições sociais e econômicas, em razão da pandemia do novo coronavírus. “Em tempos difíceis, temos trabalhado ainda mais para fazer com que o Tocantins cresça, se desenvolva e tenha espaço para novos investimentos sem comprometer as contas públicas. O nosso Estado segue enquadrado na Lei de Responsabilidade Fiscal e tem registrado redução no nível de endividamento, o que nos dá autonomia para buscar mais recursos”, ressaltou.

Ainda durante a audiência, o Governador Carlesse, solicitou apoio do ministro Lorenzoni para dar celeridade à liberação do empréstimo da Caixa Econômica Federal, no valor de R$ 453 milhões. O recurso será utilizado para viabilizar obras como a conclusão do Hospital Geral de Gurupi e a construção do Hospital Geral de Araguaína, além de rodovias como a de Gurupi ao Trevo da Praia, e também obras de infraestrutura em todos os 139 municípios. “São projetos de grande importância para o Estado e que merecem o nosso esforço e atenção”, completou.

O ministro Onyx Lorenzoni afirmou que tratará pessoalmente com os representantes da Caixa Econômica e com o presidente da República, Jair Bolsonaro, sobre o processo de liberação do recurso. “O Tocantins tem o meu apoio”, frisou.

O deputado federal Carlos Gaguim; o secretário de Estado de Parcerias e Investimentos, Claudinei Quaresemin; o secretário de Estado da Fazenda, Sandro Henrique Armando; e o secretário de Estado da Indústria, Comércio e Serviços, Tom Lyra, também participaram da audiência.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui