Atlético-MG ganha com estreia de Nacho, volta de Cuca e 1º gol de Hulk

0
249

Foi uma sexta-feira (19) de primeiras vezes no Atlético-MG. A vitória por 3 a 0 sobre o Coimbra, pela 5ª rodada do Campeonato Mineiro, teve a estreia (com gol) do meia argentino Nacho Fernández, ex-River Plate (Argentina), a (re)estreia do técnico Cuca no comando atleticano e a primeira bola na rede do atacante Hulk vestindo a camisa alvinegra.

O resultado no Mineirão, em Belo Horizonte, levou o Atlético aos 15 pontos, com 100% de aproveitamento após cinco jogos, disparado na liderança. O Coimbra, estacionado nos dois pontos e sem vitórias até o momento, permanece na lanterna.

Foi o último compromisso de ambos os times antes da interrupção do futebol em território mineiro por 15 dias, ao menos. Devido à situação da pandemia do novo coronavírus (covid-19), o Governo de Minas Gerais inseriu o estado na Onda Roxa, fase mais restritiva do programa Minas Consciente, de enfrentamento ao vírus. A proibição de eventos esportivos tem início na segunda-feira (22).

A primeira boa chance foi do Coimbra, com Guilherme Santos (emprestado pelo Atlético). O atacante ficou cara a cara com Everson, após uma rebatida, mas o goleiro fez grande defesa. O time visitante assustou de novo aos seis minutos. O meia Marquinho cruzou da esquerda e o atacante Igor mandou para a rede. O lance, porém, foi anulado pela arbitragem, que entendeu que o jogador da Laranja Mecânica tocou a bola com o braço.

O duelo seguiu difícil para o Galo até os 27 minutos, quando o atacante Eduardo Vargas recebeu do zagueiro Júnior Alonso pela esquerda e cruzou para Nacho Fernández escorar de cabeça e abrir o placar. Aos 36, Nacho cobrou escanteio e o zagueiro Igor Rabello cabeceou para o gol, ampliando. Aos 43, o meia argentino foi derrubado na área pelo lateral Lucas Hipólito. Hulk cobrou pênalti e fez o primeiro dele pelo clube.

O ritmo caiu na etapa final, mas o Atlético manteve o duelo sob controle. Aos 32 minutos, o atacante Eduardo Sasha quase fez o terceiro gol de cabeça da partida (a bola passou rente à meta). Sasha teve nova oportunidade aos 38, após passe açucarado de Hulk, mas parou no goleiro Jori. O Coimbra teve a chance de diminuir o prejuízo em bomba cruzada do atacante Eduardo, na entrada da área, pela esquerda, mas Everson defendeu.

Agência Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui