Concurso da PM do Tocantins tem provas adiadas novamente por agravamento da pandemia

0
110
A Polícia Militar do Tocantins emitiu um comunicado no final da manhã desta quarta-feira (24) informando que as provas do concurso em aberto da instituição foram adiadas novamente. O certame, que seria realizado no dia 4 de abril agora está previsto para 6 de junho de 2021. Este é o segundo adiamento das provas e o motivo é o agravamento da pandemia de Covid-19.
O processo seletivo oferece mil vagas para alunos-praça e teve mais de 45 mil inscritos. O comunicado da corporação informa que “diante da necessidade de recomposição do efetivo da PMTO, a fim de garantir a segurança da sociedade tocantinense, serão empregados todos os esforços para que sejam superados os desafios trazidos pela pandemia, a fim de que as provas sejam realizadas na nova data agendada”.
Estão prevista adaptações na aplicação das provas, como distanciamento social, limite no número de candidatos por sala e uso do álcool em gel. A relação dos locais de prova também teve a divulgação adiada e agora está prevista para o dia 28 de maio, no site da Cebraspe, que é a banca organizadora.
A PM informou ainda que as novas alterações serão publicadas no Diário Oficial do Estado nesta quarta-feira.

O concurso

O certame oferece mil vagas para soldados, sendo que 25 delas destinadas ao quadro de músicos, outras 25 para área da saúde, sendo 20 para técnico de enfermagem e cinco para técnico em saúde bucal. O efetivo operacional, portanto, será de 950 novos policiais. Os salários iniciais, após os cursos de formação, são de R$ 3.330,99 devendo o militar ficar no mínimo 36 meses na graduação.

O novo concurso está sendo feito porque o anterior foi anulado após fraudes serem constatadas. O número de inscritos deste concurso é bem menor que o do certame anterior, que ficou perto dos 80 mil candidatos.

G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui