Hospital de Paraíso tem 6 mortes em menos de 24 horas

0
300

Da Redação

O índice de mortes por covid-19 tem aumentado consideravelmente no Hospital Regional de Paraíso do Tocantins que atende, além de Paraíso, todos os municípios do Vale do Araguaia.

Em menos de 24 horas já foram registrados 6 óbitos de moradores locais e de municípios da região. Neste domingo, mais 3 pacientes de Paraíso não resistiram às complicações da covid-19. Nesta tarde morreu o paraisense Deusimar Reis, filho do ex-presidente do Sindicato dos Trabalhadores, Zé Chico.

Mais cedo, as vítimas foram o empresário Joel Rodrigues, de 73 anos, e o tapeceiro Irmão Agostinho, de 57 anos que residia na região oeste da cidade. Todos já foram sepultados. As outras mortes, segundo o Hospital, ocorreram na tarde do último sábado.

O Hospital Regional segue em situação crítica devido à quantidade de pessoas internadas. Equipes locais enfrentam o problema com bravura, mas aguardam a colaboração de parte da população que ainda duvida da gravidade da covid-19 no município.

Se não houver o apoio da comunidade, a preocupação é que Paraíso possa atingir a casa dos 90 mortos na próxima semana se os casos de internações continuarem aumentando.

Outra fato considerado grave é a procura por atendimento já quando o paciente está em estado avançado da doença. Registros mostram que a grande maioria dos casos de intubação no HRP resultaram em óbitos.

O fato se agrava ainda mais devido à falta de estrutura de saúde em Paraíso. A cidade não tem hospital municipal para ajudar no atendimento à sua população, e não dispõe de UTI para auxiliar no tratamento aos pacientes considerados em estado grave.

Todas as necessidades da população paraisense em relação à saúde são empurradas para o Hospital Regional, o que agrava ainda mais a situação e deixa as equipes médicas desgastadas.

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui