7 superalimentos que você deve incluir na sua dieta após os 30 anos

0
206

Ashwagandha (ginseng indiano)

 

Trata-se de uma erva medicinal que atua como um excelente antioxidante, ajudando o corpo a combater os radicais livres e o estresse oxidativo. Nos homens, a ashwagandha ajuda a melhorar os níveis de testosterona.

Spirulina

 

Queridinha das blogueiras, essa microalga é uma fonte natural de vitaminas A, E, K, B1, B2, B3, B6, B9 (folato) e B5 (ácido pantotênico). Essas vitaminas são responsáveis ​​pelo metabolismo, desenvolvimento e proteção celular. Estão presentes na spirulina também os ácidos graxos ômega 3 e 6, excelentes para a saúde cardiovascular.

Ginkgo biloba

Essa planta milenar chinesa atua como antioxidante e melhora o fluxo sanguíneo. Além disso, possui compostos bioativos que ajudam a melhorar a memória e a concentração.

Ginseng

Conhecida por suas propriedades antitumorais e anti-inflamatórias, essa raiz ancestral ajuda a aumentar a libido em decadência, a combater a fadiga e reduzir os níveis de estresse.

Mirtilos

Essas frutinhas azuladas são conhecidas por terem a maior capacidade antioxidante dentre todas as frutas. Elas têm o poder de controlar os níveis de lipídio e de colesterol, reduzindo assim o risco de doenças cardíacas. Nos homens, podem ajudar a controlar os níveis de testosterona.

Linhaça

As sementes da planta do linho contêm Lignanas, que são fitoestrógenos semelhantes ao hormônio estrogênio nas mulheres. São ricas em vitaminas E, K, B1, B3, B5 (ácido pantotênico), B6 e B9 (folato), além de um alto teor de minerais. O consumo de linhaça ajuda também a aliviar dores durante o período menstrual.

Milk thistle (cardo de leite ou cardo-mariano)

Mais uma planta medicinal com propriedades curativas, o cardo de leite é especialmente recomendado para a saúde do fígado, pois ajuda a prevenir a absorção de substâncias que o danificam. Suas sementes contêm um complexo de bioflavonóides (conhecido como silimarina), que podem ajudar a tratar cirrose, icterícia, hepatite e distúrbios da vesícula biliar. Também reduzem os níveis de colesterol e ajudam a controlar o diabetes tipo 2.

IstoÉ

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui