Polícia Civil deflagra operação contra o tráfico de drogas no interior do Estado

0
91

Em continuidade às ações de combate ao tráfico de drogas, no município de Arapoema e região, a Polícia Civil do Tocantins (PC-TO), deflagrou, na quarta-feira, 22, uma grande operação policial, a qual resultou na prisão de quatro pessoas por tráfico de drogas e 11 indivíduos iniciados pelo crime.

Comandada pelo delegado Marco Aurélio Barbosa Lima, a operação ocorreu nas cidades de Arapoema e Pau D`arco, quando policiais civis da 38ª e 37ª DPs, deram cumprimento a quatro mandados de prisão preventiva, em desfavor de homens que estavam envolvidos com o comércio de substâncias entorpecentes nas referidas cidades.

Em Pau D`arco, os agentes prenderam um indivíduo de 46 anos, o qual estava de posse de porções de cocaína, além de insumos para embalar a droga, bem como dinheiro, proveniente do tráfico de drogas. Já, em Arapoema, os policiais civis localizaram e efetuaram as prisões de outros três homens, que eram investigados por realizar a venda de cocaína para outro traficante, em uma prática conhecida no meio policial como “correria” ou “aviãozinho”, vendendo cocaína para outro traficante.

No decorrer das investigações, a Polícia Civil também identificou 37 pessoas, usuárias de cocaína que responderão a procedimento previsto na Lei de Drogas.

Após a realização dos procedimentos legais cabíveis, os presos foram encaminhados à Cadeia Pública de Colinas do Tocantins, onde permanecerão à disposição do Poder Judiciário. No total, a operação culminou no indiciamento de 11 pessoas pelos crimes de tráfico de drogas.

Segundo o delegado Marco Aurélio, a operação foi considerada muito proveitosa uma vez que vários indivíduos que estavam comercializando drogas foram retirados de circulação, por meio de ação da Polícia Civil. “De certa forma quem usa cocaína, além de estar prejudicando a própria saúde, também financia e fortalece o traficante que adquire mais drogas para fazer mais dependentes na região. Além disso, o tráfico e consumo de substâncias entorpecentes, também fomenta a prática de outros delitos como furtos, roubos, e até homicídios”, pontuou a autoridade policial.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui