Nilton Franco reunirá agropecuaristas e autoridades policiais para criação da Deleagro e patrulha rural no combate à crimes rurais

0
152

Ascom

O deputado estadual, Nilton Franco, reunirá nesta quarta-feira (23/02), 8 horas, na Assembleia Legislativa (AL-TO), agropecuaristas e autoridades policiais e áreas afins, para criação da Delegacia Especializada de Combate à Crimes Rurais e Abigeato (Deleagro), que será especializada no monitoramento e atendimento a ocorrências em propriedades rurais para análise criminal e formulação de políticas eficazes no combate aos delitos no campo.

Esta ação que teve início a partir de requerimento apresentado por, Nilton Franco, ainda em 2021, beneficiará o homem do campo e o agronegócio.

Presenças confirmadas

Estarão no evento o presidente da AL-TO Antônio Andrade, o secretário de segurança pública, Wlademir Costa, o comandante geral da Polícia Militar, coronel, Júlio Manoel da Silva Neto,
a vice-prefeita de Paraíso do Tocantins, Raquel Ogawa da Silva, e vários produtores rurais da região do Vale do Araguaia.

A criação da delegacia se faz necessária em razão do alto índice de crimes nos ambientes rurais registrados no Estado. Há um tempo muitas propriedades vêm sendo alvo de ataques e roubos. Rebanhos, maquinários e insumos agrícolas são os itens mais cobiçados no campo. Esses crimes trazem um prejuízo ao local, como também transtornos aos produtores rurais e suas famílias. “Com este cenário, é de suma importância a criação de uma Delegacia especializada, para estabelecer uma relação mais próxima com o
produtor, tanto na prevenção como no combate ostensivo a este tipo de crime, e assim dar mais segurança às famílias e ao agronegócio”, defende Nilton Franco.

Missão Deleagro

A Deleagro terá a missão de reprimir e investigar crimes como: furto de animais do campo (abigeato), investigar e reprimir crimes de subtração de insumos, defensivos e maquinários agrícolas, além de registrar e investigar crimes de violência. A criação da delegacia atenderá uma reivindicação antiga dos produtores rurais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui