Grupo de Trabalho vai ampliar diálogo sobre o desenvolvimento dos atrativos públicos no Jalapão

0
65

O Governo do Tocantins publicou no Diário Oficial do Estado (DOE) desta sexta-feira, 17, uma Portaria Conjunta que institui o Grupo de Trabalho interinstitucional com a finalidade de promover o diálogo sobre o desenvolvimento socioeconômico dos três atrativos turísticos que são de responsabilidade do Poder Estadual no território do Jalapão, sendo eles: Serra do Espírito Santo, Dunas, e Cachoeira da Velha/Fazenda Triagro.

Seguindo a premissa de envolver ativamente a comunidade local na tomada de decisões e no planejamento de qualquer projeto que venha a ser destinado ao Jalapão, o grupo denominado GT- Atrativos Turísticos Públicos no Jalapão tem como uma de suas principais atribuições viabilizar mecanismos de comunicação eficazes com as instituições, representações e comunidades tradicionais da região, levando em consideração a integração com o turismo e atividades já existentes.

O secretário de Parcerias e Investimentos do Estado do Tocantins (SPI/TO), Thomas Jefferson, destaca que o diálogo é prioridade dentro da gestão do governador Wanderlei Barbosa e explica que o Grupo de Trabalho vem justamente para organizar espaços em que todos os interessados tenham oportunidade de se manifestarem.

“Não tem como propor projetos dentro de um atrativo público de forma isolada, por isso este GT [Grupo de Trabalho] será fundamental para que todos os atores que estão implicados neste território tenham participação ativa dentro dos espaços de decisão e para que a sociedade esteja a par de tudo o que for pensado e construído a respeito deste valioso patrimônio tocantinense que é o Jalapão”, afirmou Thomas Jefferson.

Propor diretrizes que orientem o desenvolvimento do turismo nos atrativos públicos, com foco na sustentabilidade, inclusão social e preservação do patrimônio natural e cultural, também está entre os objetivos específicos do Grupo de Trabalho. Neste sentido, deverão ser analisados todos os impactos socioeconômicos e potenciais na tomada de decisão relacionada a um futuro projeto de apoio aos serviços de uso público e visitação para os três atrativos que são de responsabilidade do Estado.

A Portaria é assinada pelas sete pastas de Governo que estão representadas no Grupo de Trabalho: Secretaria de Parcerias e Investimentos (SPI/TO), Secretaria dos Povos Originários e Tradicionais (Sepot), Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), Secretaria da Comunicação (Secom), Secretaria da Cultura (Secult), Companhia Imobiliária de Participações, Investimentos e Parcerias (Tocantins Parcerias), e o Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui