VALE DO ARAGUAIA: Saúde discute ampliação dos procedimentos eletivos nos municípios da região

0
61

Para manter ativo o propósito de ampliação do atendimento integrado dos serviços do Sistema Único de Saúde (SUS), a Secretaria de Estado da Saúde (SES-TO) reuniu-se nessa terça-feira, 6, com secretários municipais de Saúde e prefeito da Região de Saúde Cantão, para debater a continuidade do Programa Estadual de Incentivo às Cirurgias Eletivas, Exames Complementares e Consultas Especializadas nos Hospitais de Pequeno Porte, no Vale do Araguaia.

O encontro foi realizado na sede da SES e contou com a participação dos representantes dos municípios de Marianópolis, Monte Santo, Nova Rosalândia, Oliveira de Fátima, Paraíso, Pium e Pugmil e superintendências de Políticas de Atenção de Saúde (Spas) e Gestão e Acompanhamento Estratégico (SGAE).

O secretário de Estado da Saúde, Carlos Felinto, ressaltou que a parceria realizada entre o Governo do Tocantins e os municípios do Vale do Araguaia tem sido importante para os serviços de saúde do SUS tocantinense. “Já tivemos como resultados, nos dois primeiros anos de execução, a realização de mais de 6 mil cirurgias, ou seja, mais de 6 mil pessoas atendidas dentro da sua localidade, com mais conforto, segurança e bem-estar”.

O prefeito de Marianópolis e presidente do Vale do Araguaia, Isaías Piagem, frisou que a proximidade do Governo do Tocantins com os secretários de saúde e prefeitos para o encontro das melhores soluções na saúde tocantinense, fortalece a importância da descentralização. “A expectativa para esse ano é que dobremos os números dos procedimentos cirúrgicos de uma forma totalmente mais descentralizada e organizada”.

“Essa reunião realizada hoje faz parte da agenda de governança entre a SES-TO e os gestores municipais, a respeito da continuidade do programa de cirurgias eletivas, que tem como aporte principal, o financiamento exclusivo do Estado para o fomento das cirurgias eletivas na rede municipal.  Discutimos os procedimentos e custos necessários para esses hospitais de pequeno porte atuarem, fomentando assim mais cirurgias eletivas, mais procedimentos e assim zeramos a fila”, afirmou a superintendente de Gestão e Acompanhamento Estratégico, Luiza Regina Dias Noleto.

“Essa reunião que tivemos aqui é de suma importância para o alinhamento das novas metas e as novas métricas de atendimento às cirurgias eletivas. Agradeço a parceria do Estado do Tocantins por nos ouvir e dar essa oportunidade de 14 municípios da região do Vale serem atendidos. Vamos continuar e atender mais pessoas”, ressaltou secretário de Saúde de Cristalândia, Jairo Carvalho.

“O ponto positivo que colhemos hoje durante essa reunião é que os gestores municipais estão cada vez mais se apropriando da importância dos sistemas de informação, de qualificar as suas equipes e da necessidade de atender a comunidade lá no seu município. O próximo passo é fazer os pequenos ajustes para atendermos logo quem tanto precisa a população tocantinense”, frisou o superintendente da SPAS, Robson José da Silva.

O Programa

O Programa Estadual de Incentivo às Cirurgias Eletivas, Exames Complementares e Consultas Especializadas nos Hospitais de Pequeno Porte prevê a ampliação da oferta de cirurgias eletivas de média complexidade, viabilizando cuidados à saúde de forma regionalizada e acesso ao atendimento especializado.

 

ASCOM

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui