Polícias Civil e Militar prendem suspeito de matar um jovem e esconder o corpo em uma cisterna em Paraíso do Tocantins

0
183

A Polícia Civil do Tocantins, por meio da 6ª Divisão Especializada de Repressão ao Crime Organizado (6ª DEIC) de Paraíso do Tocantins, em ação conjunta com a Agência de Inteligência do 9º Batalhão da Polícia Militar, efetuou a prisão preventiva de um homem de 23 anos, na manhã desta segunda-feira, 14, em Araguatins. Ele é principal suspeito de praticar homicídio contra um jovem de 16 anos, o qual teve o corpo encontrado dentro de uma cisterna, localizada em uma residência abandonada em Paraíso do Tocantins.

De acordo com o delegado-chefe da 6ª Deic, Hismael Athos, as investigações apontaram que, no dia do crime, por acerto de drogas, a vítima, o jovem de 16 anos, teria encomendado o homicídio a um homem, o qual chegou a levar golpes de facas, mas foi socorrido e não veio a óbito. Horas depois, na mesma residência, por represália, o cunhado do homem que sofreu homicídio tentado, juntamente com outro suposto envolvido, desferiram golpes de madeira na cabeça do menor que veio a óbito no local. Os suspeitos jogaram o corpo da vítima dentro de uma cisterna e queimaram a rede em que o menor se encontrava deitado horas antes do crime.

Após a investigação, o delegado responsável representou, ao Poder Judiciário, pela prisão preventiva dos suspeitos. Após diligências, o homem de 23 anos foi localizado em Araguatins por policiais civis e militares e conduzido à Casa de Prisão Provisória de (CPP) de Araguatins para os procedimentos legais cabíveis. O suspeito será recambiado à Casa de Prisão Provisória de (CPP) de Paraíso do Tocantins, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário. O segundo suspeito ainda não foi localizado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui