Vice-Prefeito de Lagoa da Confusão sugere Barreiras Sanitárias no município

0
514

Ascom

” O momento é de extremo cuidado em todo o Brasil e em Lagoa da Confusão – TO não pode ser diferente. Felizmente nosso município não apresentou nenhum caso confirmado da COVID-19, mas não é por isso que podemos relaxar. Não estou falando de parar a cidade, de travar atividades comerciais, empresariais e etc. As pessoas precisam trabalhar, os empregos precisam ser mantidos e Lagoa tem uma responsabilidade muito grande com o país, é daqui que sai alimento para milhões de pessoas Brasil afora, portanto inviável qualquer paralisação produtiva e comercial” aconselha o vice-prefeito Thiago.

Com o crescimento da COVID-19 no estado do Tocantins, regiões próximas a Lagoa já estão com casos confirmados.

Ao ser questionado sobre qual seria a melhor ação neste momento, o vice, Thiago, sugeriu:

“Para que Lagoa não chegue ao ponto de parar atividades e com isso cause danos a toda comunidade de modo geral, é necessário que se faça medidas preventivas mais rigorosas, e uma solução adequada é a instalação de barreiras sanitária, uma no acesso sentido Cristalândia, uma sentido a Dueré e uma no acesso ao Assentamento Loroty.” Respondeu.

Ainda segundo ele, barreira sanitária não causa prejuízos, apenas amplia a proteção à comunidade.

*“A barreira sanitária é diferente do bloqueio total do município, ela não impede que as pessoas entrem e saiam do território, mas ela promove um controle melhor, o objetivo da barreira sanitária é que ela seja feita com a presença de profissionais da saúde, que vão avaliar as pessoas que entram na cidade, buscando identificar sintomas que indiquem que a pessoa possa estar contaminada pela COVID e caso necessário encaminhar para atendimento em postos de saúde, regime hospitalar ou até mesmo recolhimento domiciliar. A Legislação brasileira permite a realização de barreiras sanitárias, desde que sejam realizadas com razoabilidade, com equilíbrio e que tenha critérios técnicos sanitários”, disse o vice-prefeito” ressalta.k vice.

Conforme a Agência Senado, o Congresso Nacional aprovou e em breve com a Sansão do Presidente da República, o Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus SARS-CoV-2 (Covid-19) destinará a Lagoa da Confusão o valor de R$ 1.918.916,02 (um milhão novecentos e dezoito mil novecentos e dezesseis reais e dois centavos).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui