Da mesma família: Corpos de vítimas de acidente na BR-153 em Paraíso se encontram no IML de Palmas.

0
432

Da Redação

As quatro vítimas do acidente que ocorreu na tarde desta quinta-feira, 27, na BR-153, região sul de Paraíso do Tocantins, ainda se encontravam no Instituto Médico Legal – IML, em Palmas nesta manhã.

A tragédia envolveu uma carreta e um veículo em uma curva localizada após a Polícia Rodoviária Federal. As vítimas fatais pertenciam a mesma família. Morreram Pai, filho, filha e nora. Um neto, conhecido pelo nome de Hudson, estaria dirigindo o veículo e se encontra no Hospital Regional de Paraíso.

O motorista do caminhão também foi encaminhado ao Hospital Regional local, foi atendido, e liberado logo em seguida.

Já o estado de saúde do motorista do veículo é estável. A esposa dele, que reside em Brasília, já entrou em contato com a assistência Social do Hospital Regional. Em outro veículo que vinha logo atrás, estavam um irmão e a esposa de uma das vítimas.

CORPOS NÃO FORAM ENCAMINHADOS AO IML DE PARAÍSO

Os quatro corpos das vítimas que morreram no acidente não foram encaminhadas ao IML de Paraíso porque falta agentes na Unidade local. De acordo com levantamento feito pela reportagem do Portal Benício, uma equipe de plantão do IML é composta por 1 Motorista, 1 Agente de Necrotomia, 1 Recepcionista e 1 Médico Legista.

No entanto, devido à pandemia, o pessoal do grupo de risco foi afastado devido ao decreto do governo, entre eles 3 médicos legistas. Dos agentes de necrotomia que eram 6, quatro estão afastados, sendo um por licença médica, um de licença para concorrer cargo eletivo, um por licença maternidade e outro de férias.

A defasagem é de quatro profissionais de necrópsia na escala, restando apenas dois profissionais nesta área. É ele é quem presta assistência ao médico legista durante uma autópsia. Foi por este motivo que os corpos das vitimas do acidente de Paraíso foram encaminhados a Palmas.

Desde o mês de junho, a presença de médico legista e outros profissionais no IML de Paraíso vai se alternando, um dia sim, outro não. Além disso, o Governo teria transferido três agentes de Paraíso para o interior do Estado.

ALERTA: Devido ao problema da falta de profissionais, caso ocorra novos acidentes na regional com vítimas fatais, os corpos deverão ser encaminhados a Palmas se coincidir com o dia em que não haverá profissionais para atender no IML de Paraíso.

 

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui