Governo do Tocantins lança programa que orienta servidores públicos sobre Educação Financeira

0
336

Representando o governador do Estado do Tocantins, Mauro Carlesse, o vice-governador Wanderlei Barbosa participou nesta segunda-feira, 15, Dia Mundial de Defesa do Consumidor, de uma live de lançamento do Programa de Educação Financeira, Prevenção e Consumo Consciente. O programa atende a uma determinação da Gestão Estadual, que após ajustar a rede de empréstimo consignável e permitir um aumento da margem de crédito por meio do Decreto n° 6.173, percebeu a necessidade dos servidores públicos serem orientados sobre como administrar as finanças, principalmente no que diz respeito à aquisição de empréstimos.

Durante a live, o Vice-governador reforçou a preocupação do Estado em fazer com que este conhecimento chegue a todos os públicos, como forma de ajudar no desenvolvimento do Tocantins. “Esta é uma grande iniciativa da Gestão Estadual que precisa chegar a todos os tocantinenses. Eu conheço pessoas que ganham um salário maior e não conseguem ter o mesmo controle que tem uma pessoa com salário menor. Vemos isso diariamente e a intenção do Governo é prestar um auxílio orçamentário. Estas informações devem chegar a todos os níveis, inclusive para a iniciativa privada, para que ela também oriente seus trabalhadores”, ressaltou.

Também presente no encontro virtual, o secretário de Estado da Administração, Bruno Barreto, lembrou que o Governo do Tocantins trabalha para comunicar a educação financeira de forma sustentável e torná-la atraente para os servidores públicos. “Vamos tratar cada secretaria com o máximo de individualidade, para que consigamos um resultado efetivo. É uma preocupação do Governador que o servidor não fique endividado, que ele tenha a capacidade de adquirir crédito, mas que saiba fazer isso de forma saudável. Precisamos nos armar de ferramentas intelectuais de uma consciência de consumo que não nos leve a nos prejudicar e a prejudicar a sociedade em que vivemos”, destacou.

Ações pioneiras

O superintendente do Procon Tocantins, Walter Viana, representando o secretário de Estado da Cidadania e Justiça, Heber Fidelis, afirmou que o Estado se destaca em duas ações pioneiras: a nova política de crédito consignado no Tocantins, por meio do Decreto n° 6.173; e a implementação de políticas de educação financeira, prevenção e consumo consciente por parte dos servidores.

O secretário de Estado da Comunicação, Élcio Mendes, lembrou que a pasta é parceira da ação e está pronta para auxiliar e complementar o trabalho, aprimorando a comunicação interna e externa e ajudando o servidor neste momento de pandemia e de dificuldade econômica. “É de suma importância a difusão desse conhecimento, porque uma vida financeira saudável do servidor contribui também para a economia do Estado, para a geração de emprego e evita que o dinheiro vá somente para as instituições financeiras”, lembrou.

O presidente do Instituto de Gestão Previdenciária do Estado do Tocantins (Igeprev-TO), Sharlles Fernando Bezerra Lima, também destacou a preocupação do Governo do Tocantins com o endividamento dos aposentados e pensionistas, que é um público considerado vulnerável. “Este é um público que sofre maior assédio das instituições, por isso é importante um trabalho como este”, enfatizou.

Certificação pela Unitins

O reitor da Universidade Estadual do Tocantins (Unitins), Augusto Rezende, aproveitou a ocasião para informar que a Universidade certificará, por meio de quantidade de horas, as atividades feitas dentro do Programa de Educação Financeira, Prevenção e Consumo Consciente. “Esta é uma temática extremamente necessária e a Universidade coloca neste projeto toda a expertise da área de tecnologia, dos ambientes virtuais, e estrutura de conhecimento. Trata-se de uma ação que é totalmente engajada nas políticas de extensão da Unitins e a universidade certificará, por meio de quantidade de horas, as atividades feitas, por meio de um projeto de extensão. Este certificado tem um valor técnico, um valor conceitual quando se apresenta que foi feito um curso chancelado pela nossa universidade”, ressaltou o Reitor.

Ainda durante o encontro virtual, foi assinado de forma simbólica o Acordo de Cooperação Técnica do Programa de Educação Financeira, Prevenção e Consumo Consciente para que a ação seja colocada em prática imediatamente. O projeto será executado por meio de parceria entre Secretaria de Estado da Administração (Secad); Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju), por meio da Superintendência do Procon; Instituto de Gestão Previdenciária (Igeprev); Secretaria de Estado da Comunicação (Secom) e Universidade Estadual do Tocantins (Unitins).

Palestra

Antes de palestrar sobre o tema Educação Financeira: quando recorrer ao crédito consignado, a economista do Instituto de Defesa do Consumidor (Idec), Ione Amorim, ressaltou seu orgulho em poder participar de uma iniciativa tão importante para a vida financeira dos servidores públicos. “Enche-me de orgulho ver um Governo do Tocantins cuidar de seus servidores no quesito educação financeira. Este convite me alegra, porque não se está esperando outras iniciativas e isto é muito nobre e está alinhado com uma gestão eficiente, que visa à sustentabilidade. A gente precisa capacitar quem está operando no sistema”, afirmou.

A economista lembrou ainda que o crédito não é ruim, ele só precisa ser bem utilizado. “Por meio deste projeto, vamos poder levar conhecimento para as pessoas lidarem com esta realidade e quando o funcionário do banco ligar, a pessoa está instrumentalizada para dizer o que quer e o que não quer, para questionar”, concluiu.

A palestra pode ser conferida no canal oficial da Unitins, no Youtube.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui