Educação promove encontro com diretores regionais e apresenta programa de recomposição das aprendizagens

0
144

A equipe gestora da Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc) promoveu nesta sexta-feira, 21, a primeira reunião com os 13 titulares das Diretorias Regionais de Educação (DREs) de 2022. Na ocasião, foi apresentado o programa de recomposição das aprendizagens e a preparação para o retorno das aulas, que está marcado para o dia 14 de fevereiro, de forma presencial.

O titular da Seduc, Fábio Vaz, destacou a importância da adoção de medidas de biossegurança. “Vamos iniciar as nossas aulas de forma presencial, observando todos os cuidados com a saúde a fim de oferecer um ambiente de estudos seguro para os nossos estudantes e os profissionais da educação. Este será o ano de recomeço e do ensino médio, pois temos um novo currículo e estamos orientando as escolas, as Diretorias Regionais e vamos fazer a diferença no processo de ensino e aprendizagem”, explicou o gestor.

O secretário também ressaltou a importância da parceria com os municípios para atuarem juntos na área da formação. “Temos que trabalhar de forma sistemática e coletiva para promover o aluno, por isso, estaremos à disposição dos secretários municipais de educação, principalmente, nos processos de formação dos professores”, frisou.

O diretor Regional de Gurupi, Antônio Carlos Aparecido Barbazia, falou que a educação está vivendo um novo momento. “O secretário Fábio Vaz nos deu autonomia para realizar o nosso trabalho e isso é fundamental, porque sabemos sobre a realidade de cada escola. Vamos fazer um planejamento observando as nossas prioridades e ter como foco a aprendizagem e o avanço no ensino”, ressaltou.

Já o diretor regional de Pedro Afonso Neurisvaldo Rodrigues de Amorim, destacou a valorização que o Governo do Tocantins deu aos servidores da Educação, com o pagamento dos passivos relacionados a progressões e à data-base. “Isso é o que nos dá a confiança de realizarmos um bom trabalho em 2022, iniciamos com essa valorização da pessoa, do servidor, que estará mais motivado para realizar um trabalho de excelência”, afirmou.

Programa de Recomposição da Aprendizagem

Com a proposta de oferecer meios de ampliar o ensino e a aprendizagem, depois de dois anos de pandemia, a equipe pedagógica implantou o programa de recomposição da aprendizagem, que será realizado de forma sistemática em todas as escolas estaduais.

A diretora de Educação Básica da Seduc, Celestina Maria Pereira de Souza, explicou como o programa irá funcionar. “Essas ações terão como base três eixos. A primeira o acolhimento, que corresponde a uma postura contínua de olhar e cuidar do outro. O segundo eixo compreende o currículo, avaliação e recomposição e, o terceiro, o monitoramento”, esclareceu.

Esse programa de recomposição será desenvolvido durante o primeiro semestre letivo, com formação, avaliações e reflexões sistemáticas sobre todas as fases. Durante a execução do programa serão trabalhadas as habilidades e as competências necessárias, para o ano ou série, em que o estudante está matriculado.

Os estudantes também serão acompanhados pelo Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação da Universidade Federal de Juiz de Fora (CAEd/UFJF-MG), que é referência em avaliação educacional em larga escala, formação de gestores da educação pública e desenvolvimento de tecnologias de gestão escolar, visando um atendimento que atenda a realidade de cada estudante.

Novo ensino médio

O Novo Ensino Médio, com carga horária maior e diferentes possibilidades de formação, começa a ser implementado a partir deste ano, de forma gradativa. Esse modelo traz uma nova organização curricular e a ampliação da carga horária mínima das atuais 800 horas para 1.000 horas anuais.

O Novo Ensino Médio contempla as aprendizagens essenciais e comuns a todos os jovens e a oferta de diferentes possibilidades de escolha aos estudantes a partir dos itinerários formativos, incluindo a formação técnica e profissional de forma a aprofundar conhecimentos e ajudar na inserção dos jovens no mercado de trabalho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui