Em posse, Celso Moraes chora lembra de Avelino e diz que está preparado para ser prefeito de Paraíso

0
1461

O vice-prefeito de Paraíso, Celso Moraes, assumiu oficialmente a prefeitura do município na manhã desta quarta-feira em sessão extraordinária realizada pela Câmara de Vereadores. Ela entra no lugar do prefeito Moisés Avelino, que pediu afastamento para tratamento de saúde. A sessão de posse foi comandada pelo presidente do Legislativo, João Camargo.

Durante seu discurso, Celso Moraes chorou ao lembrar que está feliz por assumir a administração municipal, mas que, ao mesmo tempo, muito triste pela forma como sua posse ocorreu. O agora, prefeito interino, ele deixou claro que seu mandato é de apenas 45 dias, e que torce para o titular Avelino retornar nesse período.

A imagem pode conter: 15 pessoas, incluindo Celso Morais, Deusirene Teles, Cléber Moraes e Anna Paola Oliveira, pessoas sorrindo

“Estou triste pelo motivo que assumo a prefeitura de Paraíso, pelo momento de dificuldade de saúde que nosso prefeito Dr. Moisés está passando, mas muito feliz porque é uma oportunidade de ficar à frente da prefeitura da minha cidade natal e como filho dessa cidade tenho grande orgulho de estar tomando posse nesse dia de hoje” disse Celso Moraes.

A imagem pode conter: 9 pessoas, incluindo Dourival Santiago, João Camargo e Celso Morais, pessoas sentadas e área interna

Ao agradecer a equipe da prefeitura, amigos e familiares, Celso disse ser uma pessoa organizada e que, durante seu mandato, pretende fazer algumas melhorias na cidade. Durante várias vezes ele usou o nome “Deus” em seu pronunciamento e ressaltou o fato de muitos paraisenses estarem torcendo pelo seu fracasso. Porém, ele fez questão de lembrar que a maioria dos paraisenses torcem pelo desenvolvimento do município.

A imagem pode conter: 2 pessoas, incluindo João Camargo, pessoas sentadas e área interna

O novo prefeito pediu apoio da comunidade e orações pelo prefeito Moisés Avelino, e disse que vai precisar de todos para fazer o trabalho que a cidade precisa.

“Como uma pessoa jovem, quero tentar corrigir os problemas que existem em nosso município que ainda não é o que nós desejamos, mas estamos no caminho. Estamos aqui para trabalhar e desempenhar o melhor papel, vocês podem ter certeza disso e fico triste de ver algumas acusações e algumas coisas que estão tentando fazer contra a minha pessoa sem darem a oportunidade de me defender. Acredito que de agora para frente as acusações só vão aumentar. Eu preciso de cada um de vocês, os vereadores, nossa equipe e meus amigos. Quero ter a oportunidade de trabalhar pelo nosso município e tenho certeza de que vamos fazer o melhor” avisou o Prefeito Celso.

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sentadas e área interna

Para falar em nome da comunidade, o presidente João Camargo passou a palavra para o ex-prefeito, Raimundo José de Moraes (Mundico Moraes), que é tio de Celso Moraes, e administrou a cidade na década de 70. Ele também foi vice de Virgínia Avelino, na década de 90.

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas em pé, pessoas sentadas e área interna

O ex-prefeito iniciou seu discurso utilizando a seguinte frase: “Assumir um cargo de prefeito é complexo e difícil. É preciso conciliar a humildade com a autoridade”. Mundico Moraes lembrou que também assumiu interinamente no lugar de Virgínia Avelino e que, durante 60 dias, ele atuou em nome da titular. Segundo o ex-gestor, é isso que Celso Moraes deve fazer.

Em seguida foi dada a palavra para o pronunciamento dos vereadores. Todos desejaram boa sorte e se colocaram à disposição do novo prefeito. O auditório da Câmara não coube o público que compareceu à cerimônia de posse.

A imagem pode conter: 11 pessoas, incluindo Neivon Bezerra de Sousa, Ricardo Henrique, Cléber Moraes e Adriano Moraes

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui