Covid-19: O sofrimento que uma família de Paraíso e do Maranhão passou nenhuma outra merece passar!

0
431
CASAL LUIZ E BELZARINA VAQUEIRO DURANTE ENCONTRO DE FAMÍLIA

Da Redação

É comum ver muitas pessoas ainda levando em brincadeiras a covid-19. Os milhares de exemplos e as milhões de mortes pelo mundo, incluindo o Brasil ainda não foram suficientes para chamar a atenção de muitos.

No entanto, um fato que ocorreu na última semana com uma família que tem pessoas residindo em Paraíso e Palmas, no Tocantins, pode servir de mais um exemplo para que o novo coronavírus seja levado a sério.

Vamos ao caso…

Há cerca de 20 dias, os familiares do senhor Luiz Pereira de Oliveira (Luiz Vaqueiro) de 97 anos, foram informados de sua morte ocorrida em um hospital do município de Feira Nova, no Estado do Maranhão. consternados, todos os filhos deixaram Palmas e Paraíso para se despedir do velho, e amado pai. Foram momentos de muita tristeza, porém, de agradecimento, já que se tratava de um ser humano íntegro e motivo de honra para qualquer família.

No velório do Senhor Luiz Vaqueiro compareceu muita gente. Não tinha como a comunidade vizinha não se despedir do velho amigo. Sempre ao seu lado, a eterna companheira de todas as horas, dona Belzarina Coelho de Oliveira, de 93 anos. A esposa que, junto com o falecido, formava um casal exemplo para a cidade de Riachão, o Maranhão, e todo o mundo.

Ocorre que, em meio à multidão que foi ao velório do Senhor Luiz Vaqueiro, alguém estava contaminado com a covid-19. Até então ninguém imaginava o sofrimento que tal doença ainda traria para a família.

Ocorrido o sepultamento do falecido, e as despedidas naturais do velório do chefe de uma Grande Família, em todos os sentidos, os parentes que residem fora do Maranhão se dirigiram às suas residências.

Poucos dias depois, várias pessoas começaram a sentir os sintomas na covid-19. Dos 12 irmãos, 5 contraíram a doença. Infelizmente, Dona Belzarinha, a esposa, de 93 anos, também foi contaminada. A grande preocupação agora era com a matriarca que era do grupo de risco.

Com saúde frágil, veio o novo aviso. Dona Belzarina foi internada em um hospital de sua cidade em estado grave. Novamente a correria dos filhos. Porém, 18 dias após o sepultamento do esposo, Dona Belzarina também veio a óbito na noite da última quinta-feira, 14 de janeiro. Ela não resistiu às complicações da covid-19 e partiu para seguir ao lado de seu esposo.

A imagem pode conter: 5 pessoas

A família, com o caráter que lhe foi dado pelos pais, autorizou a publicação do caso pelo Portal Benício para, mais uma vez, chamar a atenção de todos os maranhenses, tocantinenses, brasileiros e o mundo de uma forma em geral, sobre a gravidade da doença e para que todos levem à sério as ações preventivas.

Os filhos residem na cidade de Feira Nova – MA, Paraíso e Palmas, no Tocantins e no Estado do Pará.

Divulgar o caso seria mais uma ação em prol do povo brasileiro. Mais uma forma de alertar para as prevenções contra a covid-19.

Até mesmo nos momentos mais difíceis, o casal Luiz Vaqueiro (97) e Belzarina (93) agora falecidos, é exemplo de que a vida deve ser valorizada. “Queremos alertar as pessoas sobre isso. O coronavírus não é brincadeira é preciso evitar” disse um dos filhos do casal que marcou a cidade de Riachão, no Maranhão.

Cuide-se!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui