Processo de impeachment contra governador Carlesse na Assembleia já tem data para ser instalado

0
99

Da Redação

Neste momento, o presidente da Assembleia Legislativa do Tocantins, Antonio Andrade (PSL), e outros seis parlamentares tocantinenses participam da 24ª Conferência da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale), que acontece em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul.

A Conferência teve início dia 23 e termina nesta quinta, 25. A partir desta data, os deputados estaduais do Tocantins vão se reunir, e o encontro ocorre neste final de semana, para decidir sobre o processo de impeachment do governador Mauro Carlesse (PSL), que está afastado do Governo por 180 dias, por determinação do STJ.

A reportagem do Portal Benício levantou o que significa a data específica para instalação do processo, caso ocorra o acordo entre os deputados. A data é 30 de novembro de 2021, próxima terça-feira, às 09 horas.

Ao contrário de outras reuniões, a reportagem também levantou que o presidente da Assembleia, Antonio Andrade, deve participar da reunião a convite dos demais parlamentares. É o Presidente quem decide se ocorre, ou não, a instalação de uma Comissão de Impeachment.

Porém, a presença do Presidente na reunião não garante que ele vá se declarar favorável ao Processo, já que Antonio Andrade tem boa relação política com o governador Carlesse, inclusive pertencendo ao mesmo partido, o PSL.

Para ficar de fora da proposta de cassação, Andrade teria que se afastar por algumas semanas.

Além do Presidente, também participam da Conferência na Unale em Campo Grande, os deputados, Ricardo Ayres (PSB), Olyntho Neto (PSDB), Cleiton Cardoso (PTC), Luana Ribeiro (PSDB), Leo Barbosa (SD) e Nilton Franco (MDB).

De hoje até domingo serão dias decisivos para iniciar a definição da situação política em que vive o Estado do Tocantins atualmente. Tanto da parte da Assembleia Legislativa, onde alguns querem apressar a instalação da Comissão, quanto da parte do STF, em Brasília, com possíveis decisões sobre o processo de afastamento expedido pelo STJ.

Tudo pode acontecer…

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui