Em Paraíso: Mulher Presa pela Polícia Federal é a mesma citada por delegado para incriminar PMs

0
4645
Foto: G1

 

A paraisense, Seila Divina dos Santos, que foi presa na manhã da última terça-feira pela Polícia Federal por tráfico de drogas na Operação Singer, em Paraíso do Tocantins, é a mesma pessoa que foi usada como testemunha pelo delegado Cassiano Oyama, para acusar e prender dois policiais militares do 8º BPM, por suposto crime de tráfico de drogas.

Na época, o Delegado invadiu o Batalhão e prendeu os policiais em cumprimento de mandado expedido pela Justiça atendendo um pedido seu. Seila teria dito ao delegado que os dois traficavam em Paraíso. Devido a acusação, os PMs ficaram detidos durante 8 meses do Quartel da Polícia Militar em Palmas. Em seguida, o Tribunal de Justiça suspendeu o processo por falta de provas.

Junto com Seila, verdadeira traficante segundo a Polícia Federal, também foi preso Simon o seu comparsa, Franklin Araújo de Brito, em  Porangatu – GO. Simon estava sob custódia e não compareceu à CPP para cumprir a ordem judicial. Segundo informações, ele foi preso há 4 anos com cerca de 70 kg de drogas em Paraíso. Ele seria o suposto cantor sertanejo que a PR prendeu na mesma Operação que enquadrou Seila Divina.

A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé e atividades ao ar livreSEILA DIVINA

 

A imagem pode conter: 1 pessoa, barba

SIMON FRANKLIN

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui